ACOMPANHE-NOS    
JUNHO, TERÇA  02    CAMPO GRANDE 15º

Política

Vereadores “empilham” 242 emendas à lei de diretrizes orçamentárias para 2021

Maior parte das sugestões ao texto tratam de assuntos sociais, culturais e de infraestrutura

Por Jones Mário | 19/05/2020 13:15
Balanço de emendas foi apresentado nesta terça-feira, durante sessão ordinária (Foto: Izaías Medeiros/CMCG)
Balanço de emendas foi apresentado nesta terça-feira, durante sessão ordinária (Foto: Izaías Medeiros/CMCG)

Os vereadores de Campo Grande apresentaram 242 emendas ao projeto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para 2021, em trâmite na Câmara Municipal. Mais da metade delas (51%), referentes à assuntos sociais, culturais e de infraestrutura.

Segundo divulgou a Casa, o balanço foi apresentado durante sessão desta terça-feira (19), pelo vereador Eduardo Romero (Rede), presidente da Comissão de Finanças e Orçamento e relator da LDO.

O número de emendas ao texto deve cair, uma vez que as sugestões passarão por análises técnicas e jurídicas. Indicações repetidas também podem ser aglutinadas.

O relatório final está em fase de elaboração, deve ser entregue até 8 de junho e votado até o dia 30 do mesmo mês. O prazo para apresentação das sugestões se esgotou no último dia 11.

Das 242 emendas, 27% tratam de questões sociais e culturais. Outras 24% se referem a infraestrutura. Educação e informação receberam 13% das sugestões. Assuntos de Saúde representaram 12%, ao passo que desenvolvimento econômico respondeu por 7%.

A LDO estabelece metas e direciona o orçamento do município, definido pela LOA (Lei Orçamentária Anual). O projeto prevê orçamento de R$ 4,333 bilhões para o próximo ano, crescimento de 0,70% se comparado com 2020, de R$ 4,303 bilhões.