A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

28/05/2015 11:54

Vereadores se desentendem e são contidos por colegas durante sessão da Câmara

Flávia Lima e Juliana Brum
Declaração de Paulo Pedra gerou tumulto na sessão desta quinta-feira. (Foto:Juliana Brum)Declaração de Paulo Pedra gerou tumulto na sessão desta quinta-feira. (Foto:Juliana Brum)

O clima ficou tenso durante sessão na manhã desta quinta-feira (28) na Câmara Municipal de Campo Grande após o vereador Paulo Pedra (PDT) falar na tribuna que considerava “falta de vergonha na cara” a atitude da Comissão de Eficácia Legislativa em não protocolar pedido de afastamento por improbidade administrativa do prefeito Gilmar Olarte (PP).

Irritado com a declaração do colega, o vereador Carlos Borges (PSB), que compõe a comissão, avançou contra Paulo Pedra e foi contido por um grupo de vereadores.

No momento da tentativa de agressão, os professores presentes na sessão gritaram e vaiaram Carlos Borges. Após o mal entendido os dois parlamentares conversaram e Paulo Pedra se desculpou pela expressão utilizada na tribuna.

Durante entrevista na manhã de hoje ao programa Tribuna Livre da Rádio Capital FM, o presidente da Câmara de Vereadores, Mario Cesar (PMDB), afirmou que a votação de abertura da Comissão Processante, que poderá cassar o mandato do prefeito, pode ocorrer em sessão da próxima semana. No entanto, a data depende do Tribunal Regional Eleitoral, que precisa informar quem são os três suplentes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions