A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 17 de Outubro de 2018

26/09/2018 09:06

Veto da Justiça Eleitoral muda local e afasta atos contra e favor de Bolsonaro

Portaria do TRE impede manifestação política no quadrilátero central de Campo Grande

Mayara Bueno
Trecho da Orla Morena, um dos pontos do encontro contra Bolsonaro. (Foto: Minamar Junior/Arquivo).Trecho da Orla Morena, um dos pontos do encontro contra Bolsonaro. (Foto: Minamar Junior/Arquivo).
Altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis/Arquivo).Altos da Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. (Foto: Paulo Francis/Arquivo).

Protestos contra e a favor do candidato a presidente da República, Jair Bolsonaro (PSL), previstos para o sábado (dia 29), tiveram os locais de concentração alterados. A justificativa é uma portaria do TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral de Mato Grosso do Sul), que impede manifestação política no quadrilátero central, divulgada em 27 de agosto de 2018.

Anteriormente previsto para Praça Ary Coelho, o movimento Mulheres Unidas contra Bolsonaro foi remanejado para Praça Cuiabá e Orla Morena, localizadas na Rua Dom Aquino com a Avenida Duque de Caxias, no Bairro Amambaí.

O movimento será a partir das 15 horas no sábado e a passeata começará às 16 horas. O trajeto sairá da Praça Cuiabá, seguirá pela Orla e retorna ao local de origem, onde serão promovidas apresentações culturais.

Já a manifestação a favor do candidato, chamado “Mulheres com Bolsonaro”, será no mesmo dia, mas nos Altos da Avenida Afonso Pena, em frente à Cidade do Natal, a partir das 16 horas. Antes, os eleitores do candidato iriam se encontrar na Praça do Rádio.

Com isso, as manifestações, antes feitas próximas uma da outra, ocorrerão em locais opostos de Campo Grande.

Segundo o gerente de fiscalização da Agetran (Agência Municipal de Trânsito), Carlos Gomes Guarini Leite da Silva, a mudança de lugar, em ambos protestos, foi necessária para cumprimento da Portaria nº6 do TRE.

O documento impede manifestação política, em época de eleição, no quadrilátero central, que compreende as vias Bahia, Fernando Corrêa da Costa, Ernesto Geisel e Mato Grosso.

“Nos dois casos, os responsáveis conversaram conosco e nós sugerimos opções”, explicou o gerente, ressaltando que a medida precisava ser cumprida, já que se trata de legislação eleitoral. No dia, a Guarda Municipal de Campo Grande vai acompanhar os manifestantes.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions