A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Outubro de 2018


  • Jogo Aberto
  • Jogo Aberto

    jogoaberto@campograndenews.com.br


25/09/2018 06:00

Candidatos brigam pelo apoio de Bolsonaro

Marta Ferreira

Duelo ! Líder nas pesquisas, o capitão da reserva do Exército Jair Bolsonaro (PSL) é motivo de disputa entre candidatos ao Senado em MS. Candidata da legenda, a advogada Soraya Thronicke estuda "ajuizar algumas ações" contra candidatos ao mesmo posto que estão usando a imagem de Jair Bolsonaro (PSL), para pedir votos no Estado.

Quem – Soraya não citou nomes, mas Dorival Betini (PMB) e Sérgio Harfouche (PSC), antigo partido de Bolsonaro, falam abertamente de Bolsonaro. Soraya rebate pedindo “exclusividade”. "A única candidata (Senado) que tem o apoio do Bolsonaro em MS sou eu”, afirma.

Gravado – A candidata, cujo comitê em Campo Grande é um ponto de apoio dos bolsonaristas, cita que só ela tem depoimento em vídeo do candidato pedindo voto. “Mas alguns querem aproveitar a onda, para levar vantagem".

Relógio – O juiz eleitoral Alexandre Pucci decretou a perda de 2 segundos no tempo de propaganda de rádio e TV de Junior Mochi (MDB), que usou parte do espaço reservado aos candidatos a deputado estadual para pedir votos à sua campanha ao governo. A pena, se não houver recurso, será aplicada em 28 de setembro. Pucci ainda alertou que, em caso de repetição, a multa é de R$ 15 mil.

Análise- Indagado sobre o voto no dia 7 de outubro para presidente, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) disse que seu escolhido é Geraldo Alckmin, do PSDB. Marquinhos segue o direcionamento de sua legenda, que está coligada aos tucanos.

E se... – O prefeito evitou fazer exercício de “futurologia” ao ser indagado sobre a possibilidade, indicada pelas pesquisas, de Alckmin não ir ao segundo turno. “É difícil fazer qualquer prognóstico”, resumiu.

Perfil – No discurso feito durante agenda pública ontem, o prefeito falou sobre o que considera importante para um novo gestor. “Não adianta ser bom em apenas um ponto, tem de ter uma equipe”.

Foco – Marquinhos comentou ainda que comentou, que está acompanhando mais a eleição ao governo. “Estou mto proximo do governo, em virtude dessa simbiose administrativa”, explicou.

Depoimentos – Na televisão, ele está no ar com depoimentos gravados pedindo voto para Reinaldo e para o candidato Marcelo Miglioli. Fora do expediente, tem se esforçado para comparecer a reuniões dos irmãos candidatos, Nelsinho Trad (Senado) e Fábio Trad (deputado federal)

Recado – O prefeito criticou quem faz política com base no tom agressivo. "Não é xingando que as coisas vão se resolver". Para ele, quando autoridades fazem isso, incentivam esse tom na população, o que ele reprova.

(Com Leonardo Rocha, Humberto Marques e Mayara Bueno)

Dagoberto mente, diz liderança do PDT
É fake – As última declarações do deputado federal e presidente do PDT em Mato Grosso do Sul, Dagoberto Nogueira, sobre os pedidos de expulsão do jui...
Adeus a "Playboy" tem foto de bebida na mesa de bar
Despedida – Tem gosto amargo e dolorido, principalmente para as pessoas próximas, a última foto postada nas redes sociais por Marcel Colombo, conheci...
Campanha, tiro na escola e oportunismo
“Guerra virtual” – Não podia ser diferente. O episódio lamentável em que uma criança de 9 anos entrou armada na sala de aula em Campo Grande e atirou...
Justiça agora pode até cobrar Delcídio
Ainda à espera - A Justiça Eleitoral rejeitou o registro de candidatura de Delcídio Amaral (PTC) ao Senado, depois da derrota nas uras. A juíza Eliza...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions