A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 22 de Agosto de 2017

15/04/2014 19:40

Vilassanti vence disputa pela Associação dos Oficiais da PM por um voto

Josemil Arruda
Vilassanti e Louveira, da Chapa 1, obtiveram 89 votos contra 88 (Fotos: divulgação)Vilassanti e Louveira, da Chapa 1, obtiveram 89 votos contra 88 (Fotos: divulgação)

O coronel Alírio Villassanti Romero venceu, com apenas uma voto a mais, a eleição para a presidência da a Associação dos Oficiais da Polícia Militar de Mato Grosso do Sul (AOFMS). Encabeçando a Chapa 1 “Fortalecimento Institucional e Gestão Compartilhada”, tendo como vice-presidente o tenente coronel Rosalino Louveira, Vilassanti obteve 89 votos, enquanto a Chapa 2 “União e Força”, conduzida pelo coronel Nelson Antônio da Silva, vice-presidida pelo tenente coronel Carlos Matoso Braga, conquistou 88 votos. Já a Chapa 3 “Continua-ação”, que teve só 25 votos, concorreu com com o coronel Gustavo David Gonçalves na presidência, tendo como vice o tenente coronel Nelson Eduardo Morais de Oliveira.

Apesar da apertadíssima diferença eleitoral, o coronel Vilassanti disse esta noite, após a eleição, que já obteve os cumprimentos e o reconhecimento da vitória por parte dos adversários. “Não teve contestação”, garantiu ele. “E quero parabenizar as outras duas chapas porque aceitaram o resultado das urnas”, acrescentou.

Embora esperasse uma vitória com uma diferença maior, Vilassanti disse que está pronto para já começar a trabalhar por uma “pauta transformadora” para a associação dos oficiais. Apesar disso, o novo presidente garantiu que pretende dar continuidade às ações da atual diretoria, presidida pelo coronel Valter Godoy Rojas.

Vilassanti atribuiu a vitória à vontade da classe dos oficiais da Polícia Militar e do Corpo de Bombeiros que querem o “fortalecimento, fazendo com que nós possamos manter e ampliar nossas atribuições e fazer com que a sociedade veja a importância da categoria para segurança pública”. Sua prioridade será fortalecer a classe e buscar mais direitos, inclusive com a criação de uma “comissão permanente de reivindicações junto ao poder público estadual”.

A nova diretoria da AOFMS toma posse no começo de maio e terá mandato de dois anos. Nesse mandato, Vilassanti quer buscar o atendimento de demandas importantes para a segurança pública, como a PEC 51. “Temos demandas importantes como financiamento da segurança pública e o ciclo completo de polícia”, destacou.

 




imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions