A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

30/06/2014 12:43

Candidato de concurso da PRF estranha convocação de 44 para 48 vagas

Bruno Chaves

Leitor do Campo Grande News e candidato no concurso para agente administrativo da PRF (Polícia Rodoviária Federal), Ricardo Ferreira Fernandes procurou o jornal nesta segunda-feira (30) para reclamar de algo que pode ser mais um erro na organização da seleção pública: apenas 44 concorrentes foram considerados aptos para a próxima fase, sendo que o certame previa a convocação de 48 candidatos. Ao todo, 11.445 pessoas se inscreveram para as vagas o Estado.

A lista com o nome dos aprovados foi divulgada no último dia 26 pela Funcab (Fundação Professor Carlos Augusto Bittencourt), organizadora do processo em todo o País. Os nomes dos 44 selecionados para as vagas de Mato Grosso do Sul podem ser conferidos aqui.

No entanto, Ricardo lembrou que entre o total de vagas e as vagas homologadas, incluindo pessoas com deficiência, o edital de abertura do concurso, de 9 de abril desse ano, previa a convocação de 48 pessoas em Mato Grosso do Sul. O edital do concurso com as vagas pode ser conferido aqui. “Faltaram quatro classificados”, escreveu o leitor em e-mail enviado ao jornal.

Além de publicar a lista dos aprovados, a Funcab ainda disponibilizou edital de convocação para a Investigação social e/ou funcional dos candidatos aprovados, além da convocação para a perícia médica. O candidato que participou da seleção tem a oportunidade de verificar o desempenho detalhado por prova. Apenas candidatos que fizeram pelo menos 30 pontos na prova objetiva foram considerados aprovados. Detalhes podem ser conferidos no site da fundação. Clique aqui para acessar.

Posição – O Campo Grande News entrou em contato com a fundação por e-mail para questionar a diferença entre o número de candidatos convocados e o de vagas homologadas. Entretanto, até o fechamento desta matéria, a resposta não foi obtida. A assessoria de imprensa da fundação não atende questionamentos por telefonemas.

Confusão – A aplicação das provas do concurso da PRF em Campo Grande foi marcada por confusão. No dia 25 de maio, data do exame em todo o Brasil, cadernos de questões sumiram no Colégio Dom Bosco. Candidatos entraram na Justiça para anular a prova e polêmicas começaram a surgir.

Com isso, as provas objetivas de 415 candidatos do concurso da PRF, que deveriam ter sido aplicadas no bloco E do Colégio Dom Bosco, em Campo Grande, no dia 25 de maio, foram anuladas pela Justiça.

O exame dos que não receberam os cadernos naquele dia foi aplicado em 22 de junho, conforme decisão do MPF (Ministério Público Federal), que firmou TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) com a Funcab.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions