ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SEGUNDA  26    CAMPO GRANDE 17º

Direto das Ruas

Rotina: Condutores põem carros na calçada em frente de agência do BB

Por Edmir Conceição | 09/01/2012 19:17
PEDESTRE NÃO TEM VEZ - Risco de multa de R$ 127 e perda de 5 pontos na CNH não assusta condutores. (Foto: Repórter News)
PEDESTRE NÃO TEM VEZ - Risco de multa de R$ 127 e perda de 5 pontos na CNH não assusta condutores. (Foto: Repórter News)

Agetran e Ciptran deveriam intensificar a fiscalização onde as infrações de trânsito vêm se repetindo, independentemente dos dias da semana.

Nesta segunda-feira, por exemplo, leitor do Campo Grande News flagrou dois carros sobre a calçada em frente da agência do Banco do Brasil na rua Ricardo Brandão, ao lado da Câmara Municipal. Nesse local, as infrações são acintosas, sem nenhuma preocupação dos condutores em serem repreendidos e multados, ignorando a placa de ‘Proibido Parar e Estacionar’. Os mais abastados, quem podem pagar a multa de R$ 127, preferem se 'ajeitar' no espaço proibido.

O desrespeito aos demais cidadãos e a infração ao CTB (Código de Trânsito Brasileiro) se enquadram nos mesmos artigos do caso reportado no meio da tarde, em que servidores da Secretaria de Saúde e da SGI (Superintendência de Gestão da Informação) estacionam seu carros em cima da calçada, na rua da Acadepol (rua Delegado Osmar de Camargo, via perpendicular à avenida Desembargador Leão Neto do Carmo, no Parque dos Poderes).

Veículo estacionado na calçada põe em risco a segurança do pedestre, que perde o espaço para caminhar. De acordo com o CTB, a calçada não é local para veículos e sim para a circulação de pedestres ou implantação de mobiliário urbano, sinalização, vegetação e outros fins autorizados pelo órgão competente (Prefeitura).

O CTB prevê em seu artigo 181, incisos IV e VIII, algumas infrações pelo estacionamento de veículo em local proibido. Em mais esse caso mostrado por leitor do Campo Grande News, a infração é grave, com penalidade de multa e remoção do veículo como medida administrativa da autoridade de trânsito.

As denúncias podem ser feitas pelos telefones 190 (PM) ou 118 (Agetran).

Foto tirada em 2 de janeiro mostra como o local tem sido o paraíso das infrações.
Foto tirada em 2 de janeiro mostra como o local tem sido o paraíso das infrações.
Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário