A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

30/06/2011 11:30

Bienal debate meio de elevar produção de alimentos sem ferir Código Florestal

Fabiano Arruda

Aumentar a produtividade no País para atender a alta demanda mundial por alimentos na próxima década sem desmatamento e ferir o Código Florestal é um dos destaques da Bienal dos Negócios da Agricultura Brasil Central, que será realizada nos dias 11 e 12 de agosto em Goiânia.

A bienal, que chega a sua quarta edição, foi lançada nesta quinta na Casa Rural em Campo Grande, após ter sido lançada ontem em Goiânia. O evento ainda terá lançamento em Goiás e Mato Grosso. Os estados do Centro Oeste, por meio de suas federações de agricultura, estão à frente da organização.

Segundo dados da FAO (Organização das Nações Unidas para Agricultura e Alimentação), a demanda por alimentos deve crescer acima de 10% na próxima década.

O presidente da Famasul (Federação de Agricultura de Mato Grosso do Sul), Eduardo Riedel, considerou que as discussões recentes do Código Florestal são políticas. Ele voltou a defender que o texto não incentiva o desmatamento.

“Um bilhão de pessoas passa fome no mundo e, futuramente, o Código Florestal poderá limitar a produção de alimentos, embora isto não aconteça hoje. Daqui dez ou 20 anos a discussão pode ser outra”, declarou.

Por ora, prossegue Riedel, a aposta do setor para expandir a produção de alimentos será investir maciçamente em tecnologia e pesquisa. “Mato Grosso do Sul tem papel importante no Centro Oeste pela força que temos nos grãos, carne de corte, cana e leite, ou seja, a diversificação é muito forte”, explicou.

Além das discussões sobre a demanda mundial por alimentos e o Código Florestal, a Bienal também colocará em debate questões como reforma tributária, como atender os mercados consumidores, sistemas de produção e crédito, modelos de agronegócio, que contarão com a participação de palestrantes do Brasil e especialistas de fora do País.

O objetivo é fortalecer o setor e demonstrar o potencial de crescimento da atividade na região Centro-Oeste. A bienal tem como tema o “O futuro do agronegócio no Brasil Central” e terá estrutura de feira. Juntos, os estados da região somaram aproximadamente US$ 15 bilhões em exportações de produtos agrícolas em 2010.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions