A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

27/07/2018 17:15

Campanha alerta sobre importância do cinto de segurança em ônibus e vans

Passageiros são informados sobre perigos de não utilizar o aparato em ônibus rodoviários

Humberto Marques
Passageiros de ônibus e vans são alertados sobre a importância do uso do cinto de segurança durante a viagem. (Foto: Arquivo)Passageiros de ônibus e vans são alertados sobre a importância do uso do cinto de segurança durante a viagem. (Foto: Arquivo)

Campanha realizada na BR-163 visa a alertar motoristas e passageiros sobre a importância de usarem o cinto de segurança em ônibus e vans que trafegam nas estradas. A ação, realizada pela concessionária CCR MSVia, em parceria com ao Agepen (Agência Estadual de Regulação de Serviços Públicos), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e outros órgãos de trânsito busca conscientizar usuários de transporte sobre a necessidade do equipamento em viagens intermunicipais.

A falta do cinto, conforme lembra a Agepen, aumenta o risco de ferimentos graves e mortes em caso de acidentes. Nesse sentido, a campanha vai distribuir folhetos em pontos estratégicos da BR-163 no Estado e realizar palestras em empresas instaladas ao longo da rodovia informando sobre o que pode ocorrer com os passageiros que não usarem o cinto. Equipes de fiscalização da agência reguladora e policiais rodoviários colaboram nas abordagens.

“Nos casos de freadas bruscas ou mesmo acidentes, os riscos de os passageiros serem arremessados para fora do assento são enormes. Um corpo deslocado nessas condições pode cair sobre outros passageiros ou ser lançado para fora do veículo”, disse o coordenador de Interação com o Cliente do trecho Centro da BR-163, Ademir Pereira. Segundo ele, o uso do dispositivo em ônibus e vans deve se tornar um hábito –daí a importância de reforçar tais benefícios à população.

Conteúdo – O material educativo destaca informações que reforçam a importância do cinto de segurança. Como exemplo, destaca que uma pessoa de 70 kg que não esteja usando o equipamento seria projetada para a frente com um peso cinco vezes maior –ou seja, 350 kg.

As empresas de transporte já são obrigadas a oferecerem o cinto nos ônibus. Diretor de Transportes, Rodovias e Portos da Agepan, Ayrton Rodrigues destaca que o desafio é o usuário ter consciência de que o uso do aparato em toda a viagem é uma obrigação, para garantir a própria segurança e a dos demais passageiros.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions