A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 28 de Maio de 2017

25/03/2014 14:07

Viva o seu tempo

Por Eduardo Shinyashiki (*)

O tempo é parte da nossa vida e da sociedade. Não podemos viver fora dele ou sair dele, mas podemos torná-lo nosso aliado ou inimigo. Isso vai depender da percepção subjetiva e do uso que cada indivíduo faz dele.

Existem momentos em que conseguimos administrar o tempo com sabedoria, de forma planejada. Já em outras situações, a falta de tempo e a pressão exercida sobre nós, geram desequilíbrio pessoal, acarretando em estresse e ansiedade.

Uma das queixas que mais ouço nas empresas e nas consultorias organizacionais é sobre a escravidão do tempo e como ele se torna opressivo no dia a dia. Mas será que é o tempo que exige muito de nós ou nós que não entendemos a importância que o tempo tem?

No cotidiano é comum ouvirmos frases como “O tempo voa”, “Não tenho tempo”, “Meu tempo não rende” e “Preciso de mais horas no meu dia”. Com isso, a percepção de que o tempo nunca é suficiente e que o dia passou sem percebermos, se torna generalizada. Nesse contexto, prevalece a sensação de que atividades, trabalhos e compromissos foram deixados para trás.

Se enxergarmos o tempo apenas como prazos, datas e anos de vida que se passam, consequentemente iremos viver em um ciclo contínuo de angústia, pois essa visão superficial do tempo pode nos tornar reféns dele e ainda nos fazer sentir dominados, entrando num estado de constante sofrimento e falta de esperança.

Se passarmos a notar o tempo como aliado, como oportunidades que se apresentam no decorrer da vida, momentos decisivos e possibilidades únicas, temos como olhar para o relógio de outra forma, percebendo que tudo ao redor está em movimento, e o “hoje” vira “ontem” e tudo passa e se transforma cumprindo a ordem natural da existência.

Viver o tempo sob esse ponto de vista nos permite perceber que tudo é constante mudança e transformação e que o transcorrer do tempo é o transcorrer da vida, assim como é natural o caminho do homem: evoluir continuamente tendo a opção e a possibilidade de mudar hábitos e crenças limitantes e adquirir novos conhecimentos e competências. Viva o seu tempo, pois ele é esperança, liberdade e oportunidade para evoluir, criar, crescer e aprender.

(*) Eduardo Shinyashiki é presidente da Sociedade Cre Ser Treinamen ntos, além de palestrante, consultor organizacional, especialista em desenvolvimento das Competências de Liderança e Preparação de Equipes e escritor e autor de importantes livros, como Transforme seus Sonhos em Vida, da Editora Gente, sua publicação mais recente. Para mais informações, acesse www.edushin.com.br.

O círculo vicioso dos agrotóxicos
Por trás de cada prato de comida existe uma complexa cadeia produtiva que vai desde as pesquisas científicas até a regulação do uso de substâncias qu...
Os vices e a democracia
Penduricalho é a coisa que fica pendurada, que pende como enfeite ou adorno. Os vices, em plano federal, estadual ou municipal (vice-presidente, vice...
A reforma do gás natural
A agenda da competitividade é imprescindível para o desenvolvimento do país. Precisamos de reformas que reduzam o custo Brasil por meio da melhora do...
Tendência da Justiça do Trabalho e os reflexos no seu negócio
Não é novidade que a Justiça do Trabalho tem como objetivo facilitar a busca de direitos por parte dos trabalhadores. Ela faz parte de uma rede de pr...



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions