A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 21 de Agosto de 2019

05/05/2019 18:59

Campanha nacional nas redes sociais terá "tuitaço" de incentivo a adoção

A campanha #AdotarÉAmor do CNJ foi criada para dar visibilidade e incentivar a adoção de crianças e adolescentes pelo país

Adriano Fernandes
Ação busca incentivar a adoção por meio de ações nas redes sociais. (Foto: Arquivo) Ação busca incentivar a adoção por meio de ações nas redes sociais. (Foto: Arquivo)

O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) inicia na próxima quinta-feira (2) por meio do Facebook, Twitter e Instagram a campanha nacional #AdotarÉAmor 2019, criada para dar visibilidade e incentivar a adoção de crianças e adolescentes pelo país.

Estão programadas duas grandes ações digitais. Na primeira, marcada para as 10h desta quinta-feira, os perfis do CNJ e dos parceiros nas redes sociais vão publicar a mesma imagem e texto com o mote “Amor que completa”.

A ação divulga o Cadastro Nacional de Adoção (CNA) e uma mensagem de incentivo ao gesto. O post também divulga o link da página do CNA no portal do CNJ, que dá acesso a várias informações sobre adoção no Brasil.

A segunda ação é um “tuitaço”, marcado para o dia 25 de maio, Dia Nacional da Adoção, às 10h, inundando o Twitter com a hashtag #AdotarÉAmor. Para a ação, foram preparados diversos conteúdos e imagens de divulgação da campanha em que estarão sendo disponíbilizados mensagens direcionadas para perfis do Twitter que queiram se engajar na campanha.

O material pode ser acessado e baixado na página do CNA.

Este é o terceiro ano que o CNJ realiza a campanha por meio da hashtag #AdotarÉAmor. Em 2018, a campanha #AdotarÉAmor chegou a figurar em segundo lugar nos Trending Topic Brasil no Twitter, sendo um dos assuntos mais comentados no Dia Nacional da Adoção.

Segundo os dados estatísticos do CNA (Cadastro Nacional de Adoção), até o final de abril, havia mais de 45.900 pretendentes, e mais de 9.500 crianças disponíveis para adoção. Do total de crianças, 67,6% têm idade entre sete e 17 anos; 49,5% são pardas; 55,34% têm irmãos; e 25% possuem algum problema de saúde.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions