ACOMPANHE-NOS    
SETEMBRO, SÁBADO  18    CAMPO GRANDE 35º

Cidades

Com 80% dos adultos vacinados, fila em 35 municípios já está nos 18 anos

Nesta terça-feira Estado bateu marca de mais de 2,3 milhões de doses aplicadas desde janeiro deste ano

Por Gabriela Couto | 03/08/2021 17:38
Capital faz parte do grupo de cidades que estão imunizando pessoas de 19 a 28 anos; hoje foi a vez dos jovens com 26 anos ganharem a proteção da vacina (Foto Paulo Francis)
Capital faz parte do grupo de cidades que estão imunizando pessoas de 19 a 28 anos; hoje foi a vez dos jovens com 26 anos ganharem a proteção da vacina (Foto Paulo Francis)

Líder absoluto no ranking nacional de vacinação contra a covid-19, o Mato Grosso do Sul passou a marca dos 80% da população adulta imunizada com ao menos uma dose nesta terça-feira (03). Com  mais de 2,3 milhões de vacinas aplicadas desde o início da campanha, o Estado caminha para consolidar a imunidade de rebanho no final deste mês e já planeja o início da vacinação dos adolescentes com mais de 12 anos, sem comorbidade.

O Conselho de Secretarias Municipais de Saúde de MS realizou um levantamento para verificar qual faixa etária que os municípios estão imunizando contra a covid-19. Das 79 cidades de MS, 35 estão vacinando pessoas com 18 anos, o que corresponde a 44% do total, 25 cidades estão imunizando pessoas de 19 a 28 anos (33%), e 19 municípios estão na faixa etária de 30 a 38 anos (23%).

O Presidente do Conselho, Rogério Leite afirmou que os secretários municipais, juntamente com a SES (Secretaria de Estado de Saúde) estão planejando a imunização de adolescentes sem comorbidades nas próximas remessas. “Vamos buscar um nivelamento por faixa etária, para que todos avancem de maneira mais igualitária, para que possamos começar a imunização em adolescentes sem comorbidades.”

As equipes de saúde estão trabalhando não só para concluir a imunização da população economicamente ativa, mas também convencer quem não se protegeu até agora, como explica o governador Reinaldo Azambuja (PSDB).  “Agora o grande desafio é buscar aqueles que ainda não se vacinaram. É importante que essas pessoas entendam que a ciência é o norte para todos juntos combatermos o volume de contaminações, internações e óbitos”, disse.

Vale destacar que existe o programa de incentivos financeiros às equipes municipais de saúde, criado pelo Governo do Estado que irá premiar com mais de R$ 5 milhões os municípios com os melhores índices de imunização.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário