ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
JUNHO, DOMINGO  23    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

"Gripe mal curada" é mito ou realidade? Risco é avançar para pneumonia que mata

Pneumonia que ex-prefeito pegou corresponde ao quadro, que não é o que a maioria pensa

Por Cassia Modena | 14/03/2024 09:25
Mesmo sem pandemia, uso de máscara é indicado como medida preventiva a doenças respiratórias em geral (Foto: Paulo Francis)
Mesmo sem pandemia, uso de máscara é indicado como medida preventiva a doenças respiratórias em geral (Foto: Paulo Francis)

A circulação de vírus causadores de doenças respiratórias como a covid-19 vem aumentando desde o fim de fevereiro em Mato Grosso do Sul. A tendência é mais pessoas terem sintomas a medida que chega o outono, com condições climáticas que favorecem a proliferação.

Mas é mito ou verdade aquela velha história de: "estou com uma gripe mal curada". Ela costuma ser interpretada como o prolongamento por mais de uma semana dos sintomas leves causados por outro vírus respiratório sem grandes riscos. Mas não é isso o que acontece.

O médico infectologista José Bampi explica que a tal "gripe mal curada" corresponde a um quadro de saúde que pode ser mais preocupante do que se pensa.

Arte: Lennon Almeida
Arte: Lennon Almeida

"Em geral, se trata de quando um vírus respiratório chega e causa o enfraquecimento da imunidade da pessoa logo nos primeiros dias ou em mais tempo, 'abrindo as portas' para uma infecção bacteriana, por exemplo, na sequência", detalha.

Há bactérias que podem causar doenças grave como a pneumonia. Por isso, vale um alerta. "Febre persistente e falta de ar podem indicar quadros mais sérios. Um exame clínico feito por um médico é capaz de avaliar a gravidade e indicar que providências podem ser tomadas", orienta Bampi.

Foi o caso do ex-prefeito da Capital, Marquinhos Trad. Ele contou nas redes sociais que se curava de uma pneumonia bacteriana há algumas semanas. Como contou à reportagem, tudo começou com sintomas leves de uma gripe. "Estava tomando remédios para gripe, melhorei, mas depois voltei a piorar. Fiz exames de dengue, covid-19 e vários outros até descobrir que estava com a bactéria".

Ex-prefeito Marquinhos Trad fez post nas redes sociais mostrando como está se tratando de pneumonia em casa (Foto: Reprodução/Instagram)
Ex-prefeito Marquinhos Trad fez post nas redes sociais mostrando como está se tratando de pneumonia em casa (Foto: Reprodução/Instagram)

Como prevenir - A melhor forma de evitar ter uma "gripe mal curada" é se vacinar. Bampi lembra que na rede pública de saúde está disponível gratuitamente a imunização contra dois vírus respiratórios que podem preocupar, o coronavírus e a influenza. A vacinação contra esse último deve começar em 25 de março, inclusive.

Outra recomendação do infectologista é que pessoas que têm comorbidades como diabetes e asma, por exemplo, mantenham os cuidados a essas doenças de base, para não ficar mais vulneráveis aos vírus respiratórios.

Por fim, o médico reforça que fazer teste, principalmente para covid-19, é importante para acompanhar a evolução da doença. Ele é indicado a partir do terceiro dia de sintomas suspeitos.

Receba as principais notícias do Estado pelo Whats. Clique aqui para acessar o canal do Campo Grande News e siga nossas redes sociais.



Nos siga no Google Notícias