ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, QUINTA  18    CAMPO GRANDE 24º

Cidades

"Ligue 180" recebeu 1.777 denúncias de violência doméstica de MS em 2023

Número representa 4,8 pedidos de socorro diários através do contato telefônico

Por Jhefferson Gamarra | 26/02/2024 15:10
Cartaz sobre Lei Maria da Penha na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Foto: Henrique Kawaminami)
Cartaz sobre Lei Maria da Penha na Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Foto: Henrique Kawaminami)

Dados divulgados pela Central de Atendimento à Mulher revelaram que no decorrer de 2023, Mato Grosso do Sul registrou 1.777 denúncias de violência contra mulheres através do “Ligue 180”, o que representa 4,8 “pedidos de socorro” diários.

Ao longo do ano de 2023, foram recebidas um total de 568,6 mil ligações em todo o Brasil, o que equivale a 1.558 ligações diárias. As denúncias de violências contra mulheres em 2023 foi 23% maior que as informadas no ano anterior, passando de 87,7 mil em 2022 para 114,6 mil em 2023. A nível nacional, Mato Grosso do Sul ocupa a 17ª colocação de maior volume de denuncias de violências.

Em 2023, houve uma reestruturação e uma intensificação nas campanhas de utilidade pública da Central. A partir de abril, o Ligue 180 ampliou suas operações para incluir um canal exclusivo de atendimento no WhatsApp. Ao longo do ano, foram registradas 6.689 mensagens, abrangendo solicitações de informações e denúncias até o mês de dezembro.

“O Ligue 180 é um canal que orienta as mulheres sobre os mais diversos direitos que elas têm, além dos serviços especializados que estão mais próximos dela. Às vezes a mulher tem medo de seguir em frente com uma denúncia, porque ela acha que vai perder a casa ou a guarda dos filhos, por exemplo. Então as atendentes do canal repassam informações importantíssimas para que as vítimas se sintam seguras e acolhidas”, ressalta Ellen Costa, coordenadora-geral da Central de Atendimento à Mulher.

A maioria das ligações recebidas pelo Ligue 180 (91,52%) referem-se a ameaças à integridade psíquica, física, negligência ou patrimonial, totalizando 546.061 violações. O impedimento de as mulheres usufruírem de sua liberdade – individual, sexual, de crença, laboral ou de expressão – foi a segunda motivação, com 5,63% das denúncias (33.616). O risco à vida das mulheres foi o sexto motivo para as denúncias (862), representando 0,14%. As demais violações que dizem respeito a direitos sociais, violência institucional, entre outros, somam 16.123 violações (2,68%).

Em janeiro de 2024, foram realizados 48.560 atendimentos telefônicos e 810 via Whatsapp. O total de denúncias foi de 10.852 em todo o brasil.

Ligue 180 - A Central de Atendimento à Mulher - Ligue 180 é um serviço público e gratuito do governo federal que orienta sobre os direitos das mulheres e sobre os serviços da Rede de Atendimento à Mulher em situação de violência em todo o Brasil, além de analisar e encaminhar denúncias para os órgãos competentes. Funciona 24 horas por dia, incluindo sábados, domingos e feriados. Disponível também no WhatsApp: (61) 9610-0180.

Nos siga no Google Notícias