ACOMPANHE-NOS    
AGOSTO, DOMINGO  09    CAMPO GRANDE 30º

Cidades

Narcotráfico perdeu R$ 16,5 milhões em ação que envolveu caças

Duas aeronaves foram apreendidas transportando 1,1 tonelada de cocaína

Por Gabriel Neris e Marta Ferreira | 02/08/2020 15:20



O narcotráfico perdeu pelo menos R$ 16,5 milhões em cargas de cocaína apreendidas em duas aeronaves neste domingo (2). A ação envolveu caças da FAB (Força Aérea Brasileira) e um helicóptero da CGPA (Coordenadoria Geral de Policiamento Aéreo) de Mato Grosso do Sul.

O Campo Grande News apurou junto a fontes policiais que o quilo da cocaína é comercializado a R$ 15 mil na Capital.

O secretário estadual de Justiça e Segurança Pública, Antônio Carlos Videira, acompanhou toda a ação e afirmou que já avisou o ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, da ocorrência, que terminou com a apreensão de 1,1 tonelada de cocaína.

“Daí a importância de se investir na segurança em Mato Grosso do Sul. Imagina essa cocaína no destino final. Investir aqui é potencializar recursos e minimizar custos nos grandes centros”, destacou o secretário.

As duas ações ocorreram de forma simultânea. Segundo a FAB, a primeira envolveu um monomotor, modelo EMB-720 Minuano, que foi escoltado para pouso obrigatório somente em Rondonópolis (MT). Dentro dele haviam 450 kg de cocaína. Os pilotos foram presos.

A segunda ação envolveu um bimotor B-58, orientado a pousar em Três Lagoas. Porém, o piloto não cumpriu a ordem e pousou em propriedade rural de Ivinhema.

A aeronave transportava cerca de 700 kg de cocaína. Segundo o secretário Videira, o piloto foi preso.

A ação ocorreu com apoio da Polícia Federal, Batalhão de Choque da Polícia Militar e Força Tática da Polícia Militar.