A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

31/12/2012 14:18

"Ninguém imaginou que o sobrinho ia matar o tio", diz filha de homem morto

Ela e outras nove pessoas estavam na casa da vítima quando o crime aconteceu

Nadyenka Castro e Viviane Oliveira
Residência onde a vítima morava, foi morta e será velada. (Foto: Luciano Muta)Residência onde a vítima morava, foi morta e será velada. (Foto: Luciano Muta)

Era para ser mais um domingo de família reunida. No entanto, o churrasco com cerveja e fogos terminou em tragédia na residência do serralheiro José Renato Rodrigues, 56 anos, no Jardim Presidente, em Campo Grande. Ele foi morto a tiro pelo sobrinho Olivander Rodrigues Nogueira da Silva, 18 anos. “Nunca ninguém imaginou que o sobrinho ia matar o tio”, diz indignada, a ex-esposa da vítima, a empregada doméstica Sônia Marques Diniz, 48 anos, que afirma: “Ele [autor] foi praticamente criado pelo tio”.

Filha de Sônia e de José Renato, a balconista Audria Rodrigues, 23 anos, lembra que o primo não é uma pessoa agressiva constantemente, mas, tinha momentos de explosão, porém, nunca com o tio. Por isso, briga entre eles não era cogitada.

A festa na residência de José Renato começou no horário de almoço. Durante todo o dia, os convidados comeram e beberam. À noite, segundo Audria, Olivander brigou com a esposa e o tio o mandou embora de lá. A mulher ficou.

Minutos depois, Olivander retornou e discutiu com o tio que já dormia no sofá da sala. Os dois brigaram, o rapaz derrubou o tio e atingiu um tiro no pescoço dele. José Renato morreu no local. O jovem fugiu, foi para a casa do pai e depois acabou preso na Chácara dos Poderes.

De acordo com Audria, havia na casa 10 pessoas, entre elas quatro crianças, dormindo. Para ela, as agressões e morte aconteceram por causa do consumo de bebida alcoólica. “Tudo foi por causa da maldita cachaça”.

Um vizinho do serralheiro, de 33 anos, que preferiu não se identificar, diz que o domingo foi de muito movimento na casa e que só soube que o vizinho havia sido morto na manhã desta segunda-feira. “Eles soltaram fogos o dia todo. Não imaginei que pudesse ser tiros. É lamentável o sobrinho matar o tio”.

Tio é morto por sobrinho quando tentava separar briga de casal
José Renato Rodrigues, 56 anos, morreu no início da madrugada desta segunda-feira, com um tiro disparado pelo próprio sobrinho, de 18 anos, dentro de...
Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions