A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 19 de Setembro de 2019

29/08/2019 09:00

Ação contra pedofilia ouve depoimento de criança e apreende computadores

Conforme a delegada Marília de Brito, possíveis autores já foram identificados. A ação continua no decorrer da manhã

Viviane Oliveira e Kerolyn Araújo
Policiais chegando à delegacia com vários materiais apreendidos (Foto: Kerolyn Araújo) Policiais chegando à delegacia com vários materiais apreendidos (Foto: Kerolyn Araújo)

Durante operação Criança Segura de combate à pedofilia, policiais da Depca (Delegacia Especializada de Proteção à Criança e ao Adolescente), apreenderam computadores e celulares com materiais pornográficos. Uma criança com o responsável foi levada para ser ouvida na delegacia. Ainda não há detalhes sobre o caso.

Conforme a delegada Marília de Brito, possíveis autores já foram identificados. A ação continua no decorrer da manhã. A movimentação de policiais, que apura crimes de abuso e exploração sexual contra crianças e adolescentes praticados na internet, começou nas primeiras horas do dia. São investigados crimes de armazenamento, compartilhamento e produção de pornografia infantil.

A operação cumpre três mandados de busca e apreensão em bairros de Campo Grande. Por enquanto, não há informação de prisão. Numa das residências alvo foram apreendidos três notebooks e celulares. 

As penas para os crimes investigados variam entre 1 e 8 anos de prisão. Quem armazena material de pornografia infantil tem pena de 1 a 4 anos de prisão. Para quem compartilha, a pena é de 3 a 6 anos de prisão. A punição aumenta para 4 a 8 anos de prisão para quem produz esse tipo de material.

Computadores e celulares aprendidos numa das casas alvo da operação (Foto: divulgação/Polícia Civil) Computadores e celulares aprendidos numa das casas alvo da operação (Foto: divulgação/Polícia Civil)
Policiais investigam computadores apreendidos durante cumprimento de mandado de busca e apreensão (Foto: divulgação/Polícia Civil) Policiais investigam computadores apreendidos durante cumprimento de mandado de busca e apreensão (Foto: divulgação/Polícia Civil)
Médico desconfia e pai que matou bebê afogado é preso
Um homem, ainda não identificado, foi preso na noite desta quinta-feira (19) após matar o próprio filho, de apenas 2 anos, afogado em Campo Grande. C...
Motorista de aplicativo que estava desaparecido é encontrado morto
Um motorista de aplicativo, de 44 anos, que estava desaparecido há 15 dias na Capital foi encontrado morto, nesta quinta-feira (19) à margem da BR-26...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions