A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

13/07/2013 11:40

Ação para 5 mil pessoas e limpeza de praça alertam sobre riscos da dengue

Aline dos Santos
Voluntários de igreja se mobilizam contra a dengue. (Foto: Pedro Peralta)Voluntários de igreja se mobilizam contra a dengue. (Foto: Pedro Peralta)
Ação incluiu limpeza de praça. (Foto: Pedro Peralta)Ação incluiu limpeza de praça. (Foto: Pedro Peralta)

Passada a epidemia com mais de 40 mil casos notificados, a dengue foi parar na praça central de Campo Grande em uma iniciativa para lembrar que o perigo está à espreita a cada Verão. Neste sábado, 200 voluntários da Igreja de Jesus Cristo dos Santos dos Últimos Dias distribuíram panfletos, ofereceram oficina e limparam a praça Ary Coelho. A igreja participa desde 2010 do Comitê de Combate à Dengue.

“Nós vamos alertar cinco mil pessoas em relação à prevenção da dengue”, afirma a diretora do projeto Mãos que Ajudam, Josiane Freire. No centro da praça, um estande da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde) mostrava as larvas e o mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue.

Em outros três pontos, voluntários ensinaram a usar garrafa pet para armazenar alimentos. Assim, o recipiente deixa de ser criadouro para o mosquito. Ivete dos Santos explica que o arroz “engarrafado” dura até seis anos. “Coloca três dentes de alho na garrafa, enche até a metade, coloca mais três dentes de alho, e, quando enche, coloca mais dois. Então, fecha e veda com fita isolante”. O alho tem ação fungicida. 

De acordo com o chefe do Serviço de Controle de Vetores da Sesau, Alcides Ferreira, prosseguem os mutirões de limpeza nos bairros e as visitas aos imóveis. “São 150 mil visitas por mês”, afirma. O próximo Lira (Levantamento Rápido do Índice de Infestação) será realizado em setembro. Segundo o secretário municipal de Saúde, Ivandro Fonseca, é planejada a ação para o Verão 2014.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions