A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

08/06/2011 15:57

Adiada assinatura do acordo entre gestores da Santa Casa e Ministério Público

Paula Maciulevicius

Assinatura do Termo de Ajustamento de Conduta seria amanhã, mas foi adiada para dia 15

TAC é para assegurar a implementação de medidas urgentes quanto a falta de equipamentos e profissionais. (Foto: Arquivo)
TAC é para assegurar a implementação de medidas urgentes quanto a falta de equipamentos e profissionais. (Foto: Arquivo)

Adiada para o dia 15 de junho, a reunião que seria realizada amanhã, com gestores da Santa Casa para tratar da assinatura do TAC (Termo de Ajustamento de Conduta) proposto pelo Ministério Público do Trabalho e Estadual.

A mudança de data foi solicitada pela prefeitura de Campo Grande, que alegou necessidade de alinhamento de posição com o governo do Estado.

Por meio do termo, os Ministérios Públicos, tanto do Trabalho, como Estadual querem assegurar a implementação de medidas urgentes para solucionar o problema da falta de equipamentos e profissionais de enfermagem no setor de emergência do hospital, limitando o uso do ambulatório aos casos estritamente necessários.

O procurador do Trabalho Paulo Douglas Almeida de Moraes atendeu ao pedido de adiamento, mas reafirma a necessidade de que os gestores firmem o TAC como demonstração concreta de comprometimento com a solução do problema.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions