A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

19/05/2015 18:19

Águas Guariroba entrega 7 toneladas de agasalhos à comunidade indígena

Alan Diógenes
Funcionário da Águas Guariroba entrega de mão em mão, doações aos indígenas. (Foto: Marcos Ermínio)Funcionário da Águas Guariroba entrega de mão em mão, doações aos indígenas. (Foto: Marcos Ermínio)
Líder da comunidade disse que não esperava mobilização da empresa. (Foto: Marcos Ermínio)Líder da comunidade disse que não esperava mobilização da empresa. (Foto: Marcos Ermínio)
Írma que tem 4 filhos falou que doação veio em hora certa. (Foto: Marcos Ermínio)Írma que tem 4 filhos falou que doação veio em hora certa. (Foto: Marcos Ermínio)

A Águas Guariroba promoveu mais um etapa de sua campanha de entrega de agasalhos, nesta terça-feira (19), em Campo Grande. Desta vez, os prestigiados foram os integrantes da comunidade indígena Água Bonita, localizado aos fundos do Bairro Tarsila do Amaral, em Campo Grande. Ao todo, foram entregues 7 toneladas de roupas e cobertores.

Conforme o gestor de projetos sociais da Águas Guariroba, Willian Carvalho, cerca de 600 funcionários da empresa se mobilizaram para fazer as doações; a arrecadação durou um mês. “Esta campanha é anual. Através de levantamentos, neste ano escolhemos a comunidade mais carente e que necessita dos agasalhos, neste caso, a Água Bonita”, comentou.

Membros da própria comunidade se organizaram em um barracão para fazer a entrega à 190 famílias. “Nossa comunidade tem 780 pessoas que serão beneficiadas. São pessoas necessitadas e que precisam de uma atenção. Para você ter noção tem casa aqui com até 11 crianças”, explicou o líder Nito Nelson.

O cacique disse ainda que não esperava a mobilização por parte da empresa. “Olha, a gente não esperava mesmo. Para mim é uma grande satisfação. Na entrega, estamos priorizando os mais necessitados, depois iremos deixar todos escolherem o que querem levar. Parabenizo a equipe da Águas e espero que tenha outros momentos como esse de alegria para a população”, mencionou.

A moradora da comunidade, Elizete Almeida, 51 anos, tirou um tempinho para ajudar na entrega como voluntária. “Isso aqui é uma benção de Deus. Fico alegre em poder ajudar as pessoas da minha comunidade. Graças a Deus alguém enxergou o índio”, destacou.

Írma da Silva, 31 anos, tem quatro filhos e agradeceu a doação. “A gente precisa de cobertores porque aqui as noites são muito geladas e as crianças reclamam. Veio em boa hora esta doação, as crianças estavam ansiosas para receber as roupas”, finalizou.

Comunidades, como a favela Cidade de Deus, na região do Bairro Dom Antônio Barbosa, e a entidade Futuro da Criança, também já receberam doações da campanha.

Barracão ficou lotado com 7 toneladas de roupas e cobertores. (Foto: Marcos Ermínio)Barracão ficou lotado com 7 toneladas de roupas e cobertores. (Foto: Marcos Ermínio)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions