A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/07/2013 10:23

Após levarem milhares às ruas, redes sociais vivem fase letárgica

Jéssica Benitez
Primeiro ato contra corrupção reuniu mais de 40 mil pessoas nas ruas de Campo GrandePrimeiro ato contra corrupção reuniu mais de 40 mil pessoas nas ruas de Campo Grande

O mês de junho ficará para história do Brasil devido a inúmeros protestos contra a corrupção ocorridos simultaneamente por todo o país. Campo Grande não ficou de fora e foi marcada por intensas manifestações. A internet foi a grande protagonista, responsável por unir ideias, pessoas e servir de palco para elaboração estratégica de cada manifesto que saiu do mundo cibernético para tornar-se real. Nos últimos dias, porém, as páginas criadas nas redes sociais para deixar viva a chama de inconformismo com a esfera política tem perdido força.

Os debates, antes acalorados, estão sendo substituídos pelo silêncio. No Facebook, por exemplo, as últimas postagens feitas grupo chamado “Movimento Passe Livre/País Livre – Apoio Campo Grande MS”, criado para divulgar, informar, planejar e discutir manifestações da cidade, são de críticas à política brasileira de forma geral. Os integrantes mal interagem e quando colocam algo no mural recebem pouco respaldo ou nenhum.

Na página “Movimento Popular Campo Grande MS” a cena se repete. O tema mais atual foi a audiência pública sobre mobilidade urbana na Câmara Municipal promovida dia 11, que, inclusive, é fruto de uma das reivindicações do grupo que protestou na Casa de Leis no último dia 25.

Mesmo assim, a mensagem que divulga o evento tem seis “curtidas” e dois compartilhamentos, número inexpressivo se comparado as mais de 40 mil pessoas que estivaram nas ruas da Capital no primeiro protesto em 20 de junho. Mais atualizada, a página “Vem pra Rua CG” teceu críticas ao Poder Judiciário de Mato Grosso do Sul, após divulgação do cardápio servido em verdadeiros banquetes em solenidades do Tribunal de Contas, tudo pago com verba pública.

“Bom dia para vocês promotores e juízes que estão tomando uma "cervejinha" em seu gabinete com o dinheiro público. Judiciário Corrupto e Impune. Prazer, Judiciário de MS”, diz a mais recente postagem feita no perfil, sexta-feira, acompanhada por uma charge ironizando a situação.

A tentativa de desencadear reação nos seguidores do grupo, entretanto, praticamente não surtiu efeito. Não houve comentários, apenas duas “curtidas” e três compartilhamentos. Nenhum tipo de manifestação contra o episódio foi mencionada ou sugerida. Conforme explicitado em todas as páginas, protestos não estão previstos para os próximos dias.

Efeito cascata A perda de força na onda de manifestações é reflexo do que ocorre em todo país. São Paulo, por exemplo, pioneira na revolução contra corrupção, passa por período pacífico, sendo que o último protesto foi organizado pela CUT (Central Única dos Trabalhadores) e se estendeu ao restante das regiões, mas, ao contrário dos outros, não tomou maior proporção. No Rio de Janeiro, Belo Horizonte e Brasília a situação é a mesma, reforçada pelo término da Copa das Confederações, evento que acarretou muitos manifestos.

 



que nada minha gente, o povo é devagar demais. Nada mudou e nada vai mudar, pois o povo não fez acontecer de verdade, pois sair na rua não significa nada. o povo ainda continuará a votar nos porcarias e tudo mais. ou seja, o povo apenas deu umas voltas e passeadas na rua, mas nada de fato foi considerado. a Justiça Federal de MS, por exemplo, continua a mesma bandalheira de sempre.
 
Augsuto Myacon da Silva em 15/07/2013 09:52:36
No ano que vem tem eleições...vai ser a vez do movimento das ruas ser posto à prova. Se ele tem força, vai conseguir que o eleitor vote nulo..se este número for realmente expressivo, os políticos vão "por a barba de molho". É bom os coordenadores irem à luta para que a luta não morra.
 
Eugênio de Souza em 15/07/2013 07:33:55
Amigo Rafael nada muda de uma hora para outra,más eu faço a minha parte tenho 56 anos e jamais deixarei de acreditar na força de um povo por mudanças se reivindicando,protestando,quebrando, as coisas são difíceis de acontecer, imagine se ficar comendo pipoca e assistindo novelinha das sete, o meu avô também falava que jamais teríamos eleições diretas no Brasil e que o Color não seria cassado,se essas manifestações de hoje surtirem efeitos daqui a 10 ou 20 anos já valeu muito levantar o traseiro do sofá e ir para as ruas.
 
walter oliveira em 15/07/2013 00:02:09
Concordo com os comentários antes citados. Teve uma marcha que foi tão pop que se só faltou área VIP... pois parecia balada.
 
Rafael Moreira Correia em 14/07/2013 23:12:17
então , devemos dar nome aos BOIS!!!!
semáfaro URGENTE no bairro AERO RANCHO, na rua da Divisão com a RAQUEL DE QUEIROZ, muitos já morreram lá....
 
marcos cezar salles em 14/07/2013 19:47:20
Eu acredito que haverá mudanças sim! aliás o governo federal preocupado com o que poderá ocorrer nas eleições de 2014 já liberou verbas antes estagnadas para as prefeituras e outras ações com objetivo de melhorar a imagem da Dilma que na minha opinião perde a reeleição. Com relação a matéria acima sobre a fase letárgica das redes entendo que é proposital, acredito ser interessante esta estratégia porque o recado foi dado, mudem, agem ou caem fora em 2014, tem muito político com a cabeça esquentando.
 
Walfrido Roa em 14/07/2013 19:17:40
Não é pra desanimar?
MPE, TCE, TJ, Assembleia Legislativa, Câmara Municipal, etc.
A mudança tem que ser tão grande que parece que a gente não sabe por onde deve começar.
 
daniel figliolino em 14/07/2013 19:09:09
acontece companheirada, que todo mundo viu que isso não passava de manobra politica misturada com anarquismo. A mudança deve surgir de forma organizada e institucionalizada tbm. E o melhor protesto é as urnas...ainda...
 
Valdecir Zaniboni em 14/07/2013 14:30:23
E VOCÊS DOIS EDUARDO E RAFAEL, O QUE FIZERAM PARA AJUDAR A TENTAR MUDAR?? CERTAMENTE NADA, SÃO PESSOAS COMO VOCÊS QUE FAZEM O MOVIMENTO PERDER FORÇA, FICAM AI GORANDO DE BRAÇOS CRUZADOS TORCENDO PARA NADA DAR CERTO MESMO E AINDA FALANDO MAL DOS MOVIMENTOS DANDO UMA DE SÁBIO DA POLITICA!! TIRA O PÉ DO CHÃO MEUS AMIGOS, FAÇAM ALGUMA COISA ENTÃO PARA AJUDAR A MUDAR OU ENTÃO PERMANEÇAM NO SEU SILENCIO QUE É MELHOR DO QUE FICAR JOGANDO CONVERSA FORA!!
 
CARLOS DAMASCENO em 14/07/2013 14:11:55
Rafael Santos, vc vive ai no Brasil e vê isso! Parabéns por não tapar os olhos. Aqui de fora acompanhei com aquela sensação de que vc descreve... isso não vai virar nada... o Brasil foi, é e sempre será "Terra de corruptos". Começando pelos que vc descreve... um tanque de combustível, o tio é candidato ou "ha, deixa disso, isso é assim mesmo, depois a gente arruma..." CANSEI!
 
Eduardo Cruz em 14/07/2013 12:28:03
Desde o início dessas manifestações eu dizia para amigos que não ia dar em nada, que era só massa de manobra e farra, e todo mundo achando que as coisas mudariam do dia para a noite. As pouquíssimas mudanças que ocorreram foi apenas para satisfazer a opinião pública. Alguém acha que o dinheiro do café dos vereadores foi devolvido e será revertido para a população? quem entende um pouco de duodécimo, orçamento próprio, etc, sabe que esse dinheiro não sairá da Câmara. Eu falei e sai de antipatriota, só que agora todos estão vendo que nada mudou, e o pouco que mudou foi apenas porque os políticos aceitaram como forma de desviar o foco do que eles realmente fazem. Ano que vem tem eleição, e o povo do protesto irá aceitar 50 reais de combustível para por adesivo em carro, depois querem mudança
 
Rafael Santos em 14/07/2013 11:21:50
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions