A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

05/08/2013 13:58

Autor de acidente na MS-080 tirou CNH há 4 meses e estava a 180km/h

Elverson Cardozo e Graziela Rezende
Veículos ficaram completamente destruídos. (Foto: Marcos Ermínio)Veículos ficaram completamente destruídos. (Foto: Marcos Ermínio)
Velocímetro do Siena travou a 180 km/h. (Foto: Marcos Ermínio)Velocímetro do Siena travou a 180 km/h. (Foto: Marcos Ermínio)

O acidente, envolvendo uma caminhonete S-10 e um Siena, que deixou cinco pessoas feridas na manhã desta segunda-feira (5), na MS-080, a 22 quilômetros de Campo Grande, foi provocado, segundo testemunhas, pelo motorista do carro de passeio.

O jovem, de 19 anos, invadiu a pista contrária. Ele voltava de Rochedo e tinha CNH (Carteira Nacional de Habilitação) provisória, ou seja, menos de um ano de habilitação.

De acordo com informações da Ciptran (Companhia Independente de Policiamento de Trânsito), o velocímetro do veículo que ele conduzia travou a uma velocidade de 180 km/h, logo após a batida.

O órgão informou, ainda, que o condutor, identificado como Luiz Eduardo de Souza Ribeiro, estava com a habilitação provisória há apenas 4 meses.

Ele não se feriu, mas o motorista da caminhonete, João Lucio Nunes Machado, 68 anos, ficou preso às ferragens. O idoso sofreu, segundo o Corpo de Bombeiros, múltiplas fraturas nas pernas, além de escoriações diversas.

Via ficou parcialmente interditada na saída para Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)Via ficou parcialmente interditada na saída para Campo Grande. (Foto: Marcos Ermínio)

Enquanto era retirado dos ferros retorcidos, ele recebeu soro e foi imobilizado por uma equipe do Samu (Serviço Móvel de Atendimento de Urgência), que o encaminhou à Santa Casa de Campo Grande.

Colisão – O acidente aconteceu próximo ao Córrego Ceroula, em uma curva. Na caminhonete, que seguia de Campo Grande para Rochedo, além do condutor, tinha um passageiro, Dante Roberto Brescianini, 69 anos, que fraturou o braço esquerdo. O homem foi socorrido e encaminhado à Santa Casa.

No Siena, fora o motorista, Luiz Eduardo, que não sofreu ferimentos, uma mulher, identificada apenas como Jôse, apresentou suspeita de fraturas no membro superior e escoriações.

Ela foi encaminhada à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do bairro Coronel Antonino.

Uma terceira pessoa também estava no carro, porém não ficou gravemente ferido e apenas recebeu os primeiros atendimentos médicos no local do acidente.

 



para as pessoas q não conhecem esse trecho, podem até acreditar, mas, para quem conhece, sabe que é impossível nesse ponto da pista correr com um carro que não é potente, na velocidade noticiada, ninguém pensou na hipótese de o condutor ter desviado de um animal na pista, se matar o animal é crime, e aí ??? é necessário fazer uma investigação correta...
 
janei venancio em 06/08/2013 14:51:43
Fora isso esta de parabéns pelas matérias.

Ele não se feriu, mas o motorista da caminhonete, João Lucio Nunes Machado, 68 anos, ficou preso às ferragens. O idoso sofreu, segundo o Corpo de Bombeiros, múltiplas farturas nas pernas, além de escoriações diversas.
 
josiel silva em 06/08/2013 12:07:22
Se realmente ele estava nessa velocidade ja se concluiu que ele tem que voltar pra auto escola, porque vai ficar por ai colocando vida pessoas em risco não tem condição chamar esse rapaz de motorista
 
ROSILENE LEONEL em 06/08/2013 08:34:13
ontem estava vindo de Ponta Porã e vi uma camioneta Toyota Hillux capotada e os bombeiros fazendo o trabalho de retirada dos feridos ...parece que eram dois... o que deu para notar é que o trajeto era retilíneo.. não era uma curva... comentei que a velocidade pode ocasionar esses acidentes sem explicações... pois qualquer imprevisto como um animal entrar na frente do veiculo, estouro de pneus, pavimento defeituoso pode a qualquer momento ser a causa de perda da direção.. então não se deve influenciar pela potencia dos motores ... o ganho de tempo é pouco e a vida pode se esvair em dois minutos... pensemos nisso
 
LIANS DENNER PENHA EVANGELISTA em 06/08/2013 08:07:49
Concordo com o Sr. Luis Pontes, se o carro estivesse realmente a 180 km/h + a velocidade da S10 ninguém teria sobrevivido pois nessa velocidade seria fatal, mas uma coisa é certa, faltou experiência para esse condutor!!!
 
Everton Conde em 06/08/2013 08:04:50
Quando tem um acidente e o velocímetro para em tal velocidade com certeza o carro não esta na velocidade que parou não tem nada a ver isso,e um uno pra da 180km por hora é muito difícil.
 
Alex da Silva em 05/08/2013 22:42:53
Isso se chama impunidade e falta de verificações na concessão de CNHs.
 
Guilherme Mello em 05/08/2013 21:54:31
Infelizmente mais uma acidente em nossas rodovias, mas o que deixou uma duvida, é essa velocidade.. Podemos dizer q isso foi um milagre... ou realmente esse carro não estava nessa velocidade.. Ainda mais lendo a matéria, e saber que os os ocupantes estão vivos.. Imagine um acidente com um carro a 180 km?? O que podemos imaginar o que seria dos ocupantes....
 
Roberto Silva em 05/08/2013 21:10:36
O sistema é falho, se for considerado culpado perderá a "permissão" e depois de 6 meses entrará com um novo processo para obter a CNH...se não for o culpado, não dará em nada!
 
Luciano Silgueiro em 05/08/2013 20:37:10
irresponsável, colocou as vidas de outrem em riscos!!
 
waldomiro ajala em 05/08/2013 19:54:28
simplesmente irresponsável ainda bem que a carteira dele e provisoria
agora vai ralar para tirar outra e pensar no que fez.podia ter ceifado a vida de alguém.
 
adriano xavier em 05/08/2013 19:30:47
O velocímetro ter travado a 180 k/h não quer dizer absolutamente nada, este dispositivo não foi projetado para travar no momento do impacto, o veículo poderia estar muito mas devagar, mas com o impacto, os cabos que comandam o velocímetro se danificaram fazendo o dispositivo mostrar uma velocidade aleatória. Somente a perícia poderá determinar a real velocidade do veículo.
Saiba mais:
http://www.jalopnik.com.br/e-verdade-que-o-velocimetro-sempre-trava-na-velocidade-do-acidente/
 
Luis Pontes em 05/08/2013 17:58:11
Saiu ileso! Velho ditado que vaso ruim não quebra é verdade!
 
Alexandre de Souza em 05/08/2013 17:14:15
Pelo amor de Deus, que é que esse tava fazendo a uma velocidade dessas num siena, queria provar que um motor 1.0 racha no meio mesmo, o pior que aquele nada tem a ver acaba pagando com a vida. O Detran devia fichar esse cara e nunca mais deixar ele conduzir veiculo algum, nem mesmo um carrinho de mão. Agora fica assim; uma família sofrendo e um panaca se gloriando por bater aos 180km/h e não sofre nada. Só Deus na causa mesmo. Meus profundos sentimentos a família do condutor da S10.
 
Eleonir Campelo em 05/08/2013 16:45:53
Boa tarde , este jovem é um daqueles , que se destacam pela inexperiência , achando que sabe tudo , mas na verdade não sabe nada , pq o veículo se torna uma arma na mão de uma pessoa assim , a juventude deve colocar na mente que a sua vida depende da sua conduta , uns morrem e matam , pq não tem conduta , compromisso com a vida , pura falta de maturidade , até os 23 a 25 anos é assim , colocam suas vidas e de outras pessoas em risco , vamos acabar com as ALTAS VELOCIDADES , obrigado .
 
Roger lopes em 05/08/2013 16:12:12
Rapaz irresponsável.
 
João Vicente em 05/08/2013 15:51:34
Só uma palavra basta para falar desse cara "Muléque" é isso que ele é.
 
Luiz Fernando da Silva Augusto em 05/08/2013 15:50:27
Parabéns. Conseguiu ferir 3 pessoas para aprender que carro não é brinquedo.
 
Paulo Medeiros em 05/08/2013 15:47:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions