A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 18 de Agosto de 2019

27/07/2019 11:57

Bêbado tenta enganar a polícia, é preso e pai se nega a pagar fiança

Motorista foi flagrado dirigindo em zigue zague, em alta velocidade e ao se aproximar da blitz atropelou cones de sinalização

Fernanda Palheta
Seis horas depois do registro do boletim de ocorrência, o homem continua detido na delegacia (Foto: Paulo Francis)Seis horas depois do registro do boletim de ocorrência, o homem continua detido na delegacia (Foto: Paulo Francis)

Um homem, de 26 anos, que foi preso por dirigir embriagado na madrugada deste sábado (27), vai passar o fim de semana na DEPAC (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) Centro, em Campo Grande. O pai do bêbado foi a delegacia, mas decidiu não pagar a fiança de dois salários mínimos arbitrada pelo delegado plantonista, Leandro Azevedo.

"O pai quase pagou, mas não quis pagar a fiança de dois salários mínimos, que é um valor alto. Agora, o autor vai esperar até segunda-feira para passar pela audiência de custódia", detalhou o delegado plantonista.

Seis horas depois do registro do boletim de ocorrência, o homem continua detido na delegacia.
Segundo o delegado plantonista, o homem foi preso durante blitz da PM (Polícia Militar), na Avenida Afonso Pena, no bairro Amambaí.

O motorista foi flagrado dirigindo em zigue zague e em alta velocidade. Ao se aproximar da blitz ele ainda atropelou cones de sinalização, desobedeceu a ordem dos policiais, tentou fugir e avançou no sinal vermelho,

Após perseguição de 500 metros, o motorista parou o carro. De acordo com o boletim de ocorrência, o motorista, que estava sozinho no carro, passou para o banco do passageiro e se trancou no veículo. Depois de insistência da polícia ele abriu a porta do carro.

O motorista ainda falou para a polícia que não era ele quem estava dirigindo e sim um amigo. "Ele tentou enganar a polícia militar alegando que o amigo estava dirigindo, mas não tinha ninguém com ele", explicou o delegado.

Segundo o plantonista, o motorista se negou a fazer o teste do bafômetro, mas estava visivelmente bêbado. No registro polícia é descrito com "odor etílico, olhos vermelhos, desordem nas vestes, fala alterada e pastosa, exaltado e com desequilíbrio no andar".

O motorista ainda resistiu a ordem para sair do carro e a polícia usou algemas para detê-lo. Foi dado voz de prisão e o homem foi encaminhado para a Depac Centro, onde o caso foi registrado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions