ACOMPANHE-NOS     Campo Grande News no Facebook Campo Grande News no Twitter Campo Grande News no Instagram
ABRIL, TERÇA  16    CAMPO GRANDE 24º

Capital

"Briga besta" terminou em barbeiro assassinado por amigo de infância na Cohab

Rapaz conhecido como "Batata" foi morto a tiros na noite de ontem e confusão causou corre-corre em praça

Dayene Paz e Mirian Machado | 24/07/2022 09:19
Praça da Cohab, onde ocorreu o crime na noite deste sábado. (Foto: Paulo Francis)
Praça da Cohab, onde ocorreu o crime na noite deste sábado. (Foto: Paulo Francis)

"Começou de forma besta e terminou mais besta ainda". Assim descreveu a moradora do Conjunto Habitacional Cohab, em Campo Grande, que presenciou o início da briga que acabou na morte do barbeiro Rodiney Rodrigues, de 31 anos, conhecido como "Batata", na noite deste sábado (23). O amigo, até o momento identificado como "Eryck Rodrigues", é suspeito e fugiu em uma motocicleta.

A moradora de 46 anos conhece os dois rapazes e pediu para não ter o nome divulgado ao conversar com o Campo Grande News na manhã deste domingo (24). Bastante emocionada, contou que autor e vítima se conhecem desde a infância. "Estudaram juntos, cresceram juntos, todo mundo se conhece", lamentou.

Sobre a briga que acabou de forma trágica, a mulher contou que estava perto e viu o momento em que eles discutiram. "O Eryck estava batendo num rapaz bêbado na conveniência, o Batata chegou e foi defender, falou 'deixa ele, está bêbado, deixa para resolver depois'. Depois disso começaram a brigar", revela.

Rodiney em uma das fotos postadas nas redes sociais. (Foto: Foto: Facebook)
Rodiney em uma das fotos postadas nas redes sociais. (Foto: Foto: Facebook)

A moradora afirma que eles chegaram a trocar socos, mas ela foi embora em seguida, por volta das 18 horas, e só depois soube da morte de Batata. "Acabou com a vida dos dois", disse.

No local onde ocorreu o crime, na praça da Cohab, havia um evento de pagode. O organizador, Pedro Henrique dos Reis, lamentou o ocorrido. "Iniciamos esse projeto há dois anos e acontece a cada 15 dias, justamente para tentar evitar briga. O foco é unir a comunidade, só tinha gente do bairro", diz ao afirmar que a confusão começou na conveniência que fica em frente a praça.

O que diz o boletim de ocorrência - Para a Polícia Militar, o irmão da vítima contou que os amigos estavam ingerindo bebidas alcoólicas na praça do bairro, quando houve uma discussão. O autor sacou a arma de fogo e efetuou dois disparos contra Batata.

No local havia cerca de 100 pessoas, que se assustaram após os disparos e começaram a correr. Contudo, ninguém mais ficou ferido. Em seguida, o autor fugiu em uma motocicleta.

O boletim de ocorrência descreve que a vítima foi atingida nas costas e no peito, na altura do ombro, sendo socorrida por populares e levada para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Universitário, mas não resistiu e morreu.

A Polícia Civil foi comunicada dos fatos, mas não foi possível fazer perícia no local do crime por causa da correria após os tiros, ficando o cenário prejudicado. A PM também informou que não foram encontradas cápsulas no local.

Passagens criminais - Eryck Rodrigues já tem ficha criminal. Rodiney também consta como autor de ameaça em janeiro de 2022. Segundo boletim de ocorrência, empresário de 34 anos afirmou que Rodiney era agiota e pegou dinheiro emprestado com ele. Depois de um tempo, de acordo com o boletim, não conseguiu pagar o combinado, e viu mensagens nas redes sociais nas quais Rodiney oferecia dinheiro para quem encontrasse o empresário. Também afirma ter recebido outras ameaças.


Nos siga no Google Notícias