A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

29/10/2011 13:15

Com medo após morte, moradores cobram orientação sobre escorpião

Nadyenka Castro e Paula Vitorino

Depois que Maria Eduarda Rissi, três anos, morreu com picada do aracnídeo, quem mora na Capital e já viu o bicho em casa, quer mais informações sobre como proceder

Adriana já encontrou três escorpiões em casa, no Santa Fé. (Foto: João Garrigó)Adriana já encontrou três escorpiões em casa, no Santa Fé. (Foto: João Garrigó)

A morte de Maria Eduarda Rissi, três anos, nessa quinta-feira, em Campo Grande, picada por um escorpião amarelo, levou medo aos moradores, principalmente àqueles que já encontraram o aracnídeo em casa. Agora, eles cobram orientação do poder público de como proceder para evitar, para identificar o ‘ataque’ do animal e para socorrer vítimas.

A encarregada administrativa Adriana Gouveia Laranja, 37 anos, já encontrou três dentro de casa. Um deles, o primeiro, embaixo de um colchão que havia sido colocado no chão.

Desde então ela avisa o CCZ (Centro de Controle de Zoonoses) da situação e pede providências. No entanto, é apenas informada de que não há surto e que, por morar em bairro nobre, não há grande quantidade de escorpião.

"Se aqui está aparecendo, imagina na periferia?", questiona Adriana, que mora no bairro Santa Fé. Ao lado da residência dela há um imóvel abandonado que já foi tomado pelo mato.

Indignada com a resposta obtida, ela jogou fora os aracnídeos que havia guardado para entregar ao CCZ. "Por mais que falem que não é surto, mas escorpiões existem em Campo Grande e agora uma menina morreu".

Mãe de duas meninas, uma de seis e outra de oito meses, a encarregada administrativa preocupa-se com as filhas, que brincam no chão. A mais velha já foi picada há três anos quando estava em uma chácara e a família só soube que era de escorpião porque uma pessoa viu o animal próximo.

"Os pais pensam que é formiga, outro bicho. A última opção é o escorpião. Porque, se você não vê um, não vai saber que é", diz.

E é para este tipo de situação que é preciso mais orientação. Para identificar quando o 'ataque' foi feito por escorpião ou outro animal menos perigoso. "A população fica sem saber o que fazer", fala Adriana.

Para ela, a administração poderia fazer uma campanha de como evitar que os aracnídeos entrem nos imóveis e como proceder em casos de picadas. "Na dengue temos campanha. Deveriam fazer também sobre o escorpião".

Alguns dos escorpiões encontrados por Aberlito no Santo Antônio. (Foto: João Garrigó)Alguns dos escorpiões encontrados por Aberlito no Santo Antônio. (Foto: João Garrigó)

Do outro lado da cidade, no Santo Antônio, a dona de casa Gláucia Barbosa de Souza, 39 anos, também encontra escorpiões em casa. Só no último ano foram oito, segundo ela.

Na última terça-feira (25), durante a festa de aniversário de 17 anos da filha dela, adolescentes mataram um escorpião na varanda da residência.

Vizinho de Gláucia, o designer gráfico Aberlito Mota Ferreira Júnior, 43 anos, 'coleciona' o animal. Já são 11 amarelos dentro de um pote de vidro. Aberlito os recolhe vivos, mas acabam morrendo asfixiado.

O bairro onde moram está em obras. Ruas estão sendo abertas e uma escola técnica está em construção. Os moradores acreditam que por causa disso os animais saem do 'habitat natural' e invadem as casas.

O que eles querem é informação. "Vi na televisão que se jogar cândida no ralo espanta. Uma medida tão simples. Eu já liguei tantas vezes no CCZ e eles nunca me falaram isso", revela Glaúcia.

Ela e Aberlito são amigos de infância e moravam no interior do Estado de São Paulo. Segundo eles, lá há muitos escorpiões, mas, o que não falta é informação.

Maria Eduarda-A menina foi picada pelo animal que estava dentro de um sapato. Ela morreu 18 horas depois no Hospital Regional, após ter recebido atendimento médico. A demora no atendimento pode ter contribuido para a morte. Ela morava no bairro São Francisco.

A orientação em caso de suspeita de ferimento causado por aracnídeo é acionar o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e/ou procurar o Hospital Regional, onde há serviço especializado.

Os escorpiões são mais comuns nesta época do ano devido ao calor. Eles entram por ralos e sujeira e matagal são ambientes 'perfeitos' para eles.

A reportagem entrou em contato com a assessoria de imprensa da Secretaria Municipal de Saúde e a informação é de que não há previsão de campanhas - que são de responsabilidade do Ministério da Saúde- nem de intensificação de trabalhos.



Moro no Bairro São Francisco, a duas quadras da rua Amazonas, no primeiro andar de um predio. Já capturamos 5 em nosso apto. Um em cima do fogão. O zelador capturou um no nono andar. Precisamos de orientação.
 
Cesar Fernandes em 18/02/2012 01:39:29
Tenho um estudio de personal trainer,e ja matei cinco escopiões,uns menores outros maiores deste amarelos,moro em cima deste local e tenho medo de estarem tb em minha casa,pois tenho uma nenem de 1 ano e 4meses,o que devo fazer para que espante estes aracnideos de casa.Estou muito preocupada..obrigada pela atenção espero resposta.
 
Ana carolina de mello nunes em 03/11/2011 11:50:54
escorpiões,caramujos,etc...Reconheço que a população deve fazer sua parte tbém, mas qdo ocorre uma denúncia o orgão competente deve apurar de perto.
Um dos escorpiões que encontrei em casa(Rua- José Antônio/B. S.Fco), liguei p/ o CCZ, pediram capturar e colocar em um vidro que iriam pegá-lo, estou há 4 anos esperando,rs,rs,rs...
 
neyde de oliveira em 31/10/2011 10:24:00
Aqui na José Antônio(meia quadra da Ultramedical), sempre aprece escorpião. Já encontrei vários bichos dentro de casa, inclusive no meu travesseiro.
Esse bichinho, têm hábitos noturnos e alimentam-se de baratas. Mesmo com quintal limpo, percorrem pelo esgoto. Imagine onde a limpeza é precária?
Qto ao CCZ, pecam muito nesse tipo de praga, estão mais preocupados na exterminação dos cães, ao invés
 
neyde de oliveira em 31/10/2011 10:16:48
Ei com muita gente falando que aparece nas casas, o que os responsaveis estão fazendo, esperando mais uma vitima, acorda governantes vamos contratar mais gente para eliminar esses escorpiões, fazendo mutirãoo, já passei por isso, volto novamente fazer protesto, quando apareceu na minha casa no centro, foi dificil, precisou os vizinhos ligar CCZ diversas vezes...
 
Aparecida Romeiro em 31/10/2011 04:00:57
O controle de escorpiões deve ser intensificado nos sistemas de esgoto, pois eles habitam estes ambientes onde tem uma de suas fontes de alimento: baratas.
O controle de pragas nos esgotos deve ser feito com inseticidas em pó que percorrem os encanamentos eliminando baratas e escorpiões.

Veja no site da Casa Branca: www.casabrancadesinsetizadora.blogspot.com
 
Casa Branca Desinsetizadora em 30/10/2011 12:48:30
Já fui picada por um escorpião e ao ser atendida na Clínica Pró- Cardio a plantonista não sabia nem que tinha que avisar o CCZ , eu havia levado o "bichinho" comigo e eles jogaram no lixo. Creio que deve haver campanhas não só para a população mas para os "plantonistas " para dar maior eficiência ao atendimento, para que não ocorram mais mortes como desta criança.
 
Ana Costa em 30/10/2011 09:14:27
Acabei de matar um Demônio desses, Só este ano foram mais de uma Dúzia, aqui na Vila Carvalho está infestado.

A Gente cuida do quintal, gasta litros de agua sanitária, e esses demoníacos continuam a aparecer.

ATÉ QUANDO CCZ???, O que voces fazem para controlar esta infestação que está há muito tempo fora de controle???

Prefeito para de ficar tricotando nomes de candidatos e bote quente nisso.
 
Antonio Marques Lucas em 30/10/2011 01:57:08
Moro no Monte Castelo e já encontrei 7 escorpiões, com de cerca de 7 a 8 cm, todos amarelos.Dá para acreditar que não está tendo surto?Com moradores de todos os bairros reclamando? Quando é que a Secretaria de saúde vai fazer alguma coisa? Se precisava esperar alguém morrer para tomar uma providência, então chegou a hora. Acorde prefeito, use a autoridade que lhe foi atribuida e faça algo urgente.
 
Adão Rédua em 29/10/2011 09:33:46
pode sim estar havendo uma epidemia de escorpiões, aqui no conjunto aero rancho, esta aparencendo tambem.
 
dalva saravy em 29/10/2011 08:51:30
Sou moradora no bairro Itamaracá, aqui também há bastante casas construindo e já encontrei três escorpiões em casa atrás do sofa e nos fundos de casa só que eles são pretos e do mesmo tamanho que esses mostrados na reportagem. O que devo fazer? Existe algum órgão da prefeitura responsável por detetização ou aciono o CCZ?
 
Nathalia morel em 29/10/2011 05:30:38
QUANDO EU TINHA GALINHA NO MEU QUINTAL NÃO FICAVA UM ESCORPIÃO, MÁS O CENTRO DE ZOONOZES NÃO PASSA VENENO (DEDETIZAR) NEM DEIXA QUE EU CRIE GALINHAS, A RESPONSÁBILIDADE É DA PREFEITURA, ELES QUE SE VIREM......PORQUE MEU TERRENO ESTÁ LIMPO E TEM ESTA PRAGA....
AUTORIZAR QUE EU CRIE NO MÍNIMO, 3 CASAIS DE GALINHA SERIA NO MÍNIMO INTELIGENTE E BARATO PARA A PREFEITURA....
SERÁ O BENEDITO!!!!
 
GILMAR CANDIDO em 29/10/2011 03:22:55
Só criar galinha caipira nos quintais. Agora tem que perguntar ao ibama e a saúde pública se é melhor criar a galinha ou o escorpião.
 
José Antonio Sassioto em 29/10/2011 02:43:34
Sou moradora do Residencial Vale do Sol e nao só eu , como vários outros moradores já encontramos esse tipo de escorpião em nosso apartamento. Eu mesma, já liguei ao CCZe nada foi feito, inclusive uma funcionário me falou que ele não era VENENOSO, rsrrsrs... e agora? Continuaremos com essa epidemia em nosso condominio... na verdade, ele já está virando bichinhos de estimação em nossos apartamentos
 
Rosilene Ribeiro em 29/10/2011 02:06:13
encontrei um maldito destes ontem dentro do tanque de lavar roupas, eu fui lavar as mãos e quase peguei, era dos amarelos, depois eu recolhi ele com uma colher e coloquei em um pequeno recipiente, liguei para o CCZ e imediatamente eles vieram aqui, mas o veneno aplicado por eles, infelizmente matam somente no locol, se existir escorpiões dentro do encanamento mesmo, eles não morrem!
 
Gustavo Cesar Capile Gonçalves em 29/10/2011 01:42:22
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions