ACOMPANHE-NOS    
JULHO, SÁBADO  02    CAMPO GRANDE 27º

Capital

Contra barulho da Expogrande, presidente de bairro pede fiscalização do MPE

Por Viviane Oliveira | 18/04/2011 15:36
Show de João Bosco e Vinícius. (Foto: Divulgação)
Show de João Bosco e Vinícius. (Foto: Divulgação)

O presidente da Associação dos Moradores do Bairro Jockey Clube, Waldemir Popp, protocolou hoje no MPE (Ministério Público Estadual) um ofício para pedir fiscalização por causa do barulho no Parque de Exposições Laucídio Coelho, em Campo Grande.

De acordo com Waldemir os shows terminam meia-noite conforme horário determinado pela TAC (Termo de Ajuste de Conduta). Segundo ele, o problema são as tendas montadas no parque que ficam até as 5 horas da manhã tocando música alta.

A preocupação dos moradores é o barulho se repetir no feriado, na quinta e na sexta-feira o acordo foi cumprido. “De sábado para domingo ficou até amanhecer tocando música eletrônica, o que é pior do que o sertanejo,” afirma o presidente.

Conforme ele, o som é tão alto que o barulho equipara ao show. “O que queremos é que tenha fiscalização por parte da Semadur (Secretaria de Controle Urbanístico e Meio Ambiente) ou que pelo menos o som seja mais baixo,” disse.

Segundo o presidente da Acrissul (Associação dos Criadores de Mato Grosso do Sul) Fracisco Maia, o parque segue o que foi determinado, e que tem 23 fiscais ambientais da prefeitura fazendo a fiscalização.

Nos siga no Google Notícias