A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

21/01/2012 00:03

Esquema de fraudes na emissão de CNH em MS atraiu até 'clientes' do PR

Um vereador da cidade de Icaraíma (PR) transportava os candidatos para fazer aulas práticas em Naviraí

Elverson Cardozo
Acusado de participar do esquema esconde o rosto ao deixar Defurv. (Foto: João Garrigó)Acusado de participar do esquema esconde o rosto ao deixar Defurv. (Foto: João Garrigó)

A corregedoria do Departamento Estadual de Trânsito (Detran) flagrou três candidatos à habilitação que estão envolvidos no esquema de facilitação de CNH, em Mato Grosso do Sul.

Os alunos – que tentavam tirar o documento em Naviraí – faziam a transferência do processo do Paraná para MS. Um vereador da cidade de Icaraíma (PR) transportava os candidatos para fazer aulas práticas no município, que fica a 359 quilômetros de Campo Grande. O vereador, que não teve a identidade divulgada, deve ser ouvido por carta precatória.

Todos os envolvidos já foram ouvidos pela delegada Aline Sinnott Lopes, corregedora do Detran, e confirmaram o esquema. As irregularidades eram realizadas no CFC (Centro de Formação de Condutores), que foi desarticulado na semana passada.

A corregedoria do Detran já rastreou as pessoas que pagaram para ter os exames facilitados durante o processo de emissão de doumentos. De acordo com a delegada Aline Lopes, o número não foi divulgado para não atrapalhar as investigações, que avançãm também em anos anteriores.

Após a primeira fase de investigações, foram presos seis examinadores e um médico do Detran, cinco aplicadores de prova da Fapec (Fundação de Apoio à Pesquisa, ao Ensino e à Cultura), além de instrutores e proprietários de autoescola. Todos já foram soltos.

A denúncia foi feita em 2008, daí a necessidade de as invesdtigações retrocederem a anos anteriores, segundo o Detran, que agora apura a extensão da fraude com envolvimento de pessoas de outros Estados.

No site do Detran há uma relação dos CFCs habilitados para trabalharem nos municípios de Mato Grosso do Sul. Acesse:



Se esse político faz isso, imagina o que já não fez e ainda é capaz de fazer no exercício do mandato na própria Câmara de vereadores. É um corrupto igualzinho aos demais que já foram indiciados. Pior ainda, sua pena deveria ser bem mais elevada por ser um representante do povo. O vereador tem por competência a elaboração de projeto de LEIS e a fiscalização do executivo. Uma vergonha!!!
 
jorge oliveira em 21/01/2012 07:06:11
NOSSA! VEREADOR ENVOLVIDO, EU JA SUSPEITAVA QUE TINHA GENTE GRANDE NISSO.....!!!
 
adao da silva em 21/01/2012 03:38:29
e com tudo isso, será que as multas muitas vezes infundadas no trânsito são todas 100% livre de falhas?
 
antonio costa em 21/01/2012 02:52:05
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions