A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 21 de Setembro de 2018

09/02/2018 13:55

Dupla flagrada com 1.678 comprimidos de ecstasy tem preventiva decretada

O DJ Mário Diego e Janaina Garcia passaram por audiência de custódia nesta manhã e permanecem presos

Geisy Garnes e Liniker Ribeiro
O DJ Mário Diego e Janaina Garcia foram presos por equipes do Garras (Foto: Divulgação)O DJ Mário Diego e Janaina Garcia foram presos por equipes do Garras (Foto: Divulgação)

O DJ Mário Diego Guimarães Paulino e Janaina Garcia Alves, de 33 anos e 38 anos, flagrados na noite de quarta-feira (7) com 1678 comprimidos de ecstasy, tiveram a prisão preventiva decretada nesta manhã, durante audiência de custódia no Fórum de Campo Grande.

A dupla foi preso por tráfico de drogas e associação para o tráfico e tiveram a prisão preventiva decretada na manhã desta sexta-feira (9) pelo juiz Marcel Henry. Agora vão aguardar julgamento presos.

O casal foi flagrado pelo Garras (Delegacia Especializada de Repressão a Roubos a Banco, Assaltos e Sequestros), após denúncias de que um foragido do sistema prisional de Santa Catarina estava vendendo drogas na região do Tiradentes, sempre em um Volkswagen Fox preto.

Em buscas, os policiais da especializada encontraram o veículo próximo a Lagoas Itatiaia. Assim que percebeu a aproximação dos investigadores, o condutor do carro fugiu, iniciando uma perseguição pelas ruas do Bairro Parque Dallas.

O suspeito só parou o carro depois de perder o controle da direção e subir no canteiro de uma das vias. Mário Diego, vulgo Marião, identificado como o condutor do Fox, foi flagrado com um saco plástico com vários comprimidos de ecstasy no colo e acabou preso. Na bolsa de Janaina, passageira do veículo, os investigadores encontraram mais da drogas.

Durante a prisão, Mário afirmou ainda que guardava mais ecstasy em casa. No imóvel, localizado José Borges do Nascimento, os policiais encontraram os comprimidos dentro de um sapato.

Ao todo, foram apreendidos 1678 unidade da droga sintética. Ainda conforme a polícia, “Marião”, como é conhecido, trabalhava como DJ em festa de Campo Grande.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions