A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

25/03/2011 15:44

Educadores são contra abertura dos Ceinf’s no período de férias

Paula Vitorino

Foto: Simào NogueiraFoto: Simào Nogueira

Os integrantes do Fórum de Educação Infantil Estadual estiveram reunidos em assembléia nesta manhã para discutir, entre outras pautas, projeto da Câmara Municipal que prevê a abertura dos Ceinf’s (Centro Educação Infantil) no período de férias.

A proposta é de autoria do vereador Paulo Siufi (PMDB), e aguarda votação na Câmara Municipal de Campo Grande.

O Fórum é contra o projeto. De acordo com a coordenadora da entidade, Mariete Félix Rosa, a proposta vai contra os direitos da criança.

“As crianças muitas vezes chegam no Ceinf dormindo e voltam para suas casas já dormindo também. Portanto, elas ficam só no fim de semana com suas famílias. Se abrir para as crianças ficarem nas férias também, elas vão passar a maior do tempo conosco, e isto está errado”, explica.

Os Ceinf’s atendem crianças de 0 à 5 anos, em Mato Grosso do Sul, de segunda a sexta-feira, entre às 7h e 17h.

Sobre a justificativa do projeto, que é a necessidade dos pais, que precisam trabalhar e não tem com quem deixar os filhos nas férias, Mariethe enfatiza que os educadores entendem a necessidade dos pais, mas que essa não seria uma competência da educação, e sim, de outras políticas públicas.

“As crianças não têm que passar 12 meses dentro dos Ceinf’s , se isso acontecer, corremos o risco de institucionalizar esses meninos e meninas. É direito da criança ter acesso a outras políticas públicas e dever do governo propiciar o acesso”, frisa.

Além da problemática envolvendo o período das crianças no centros de educação, o Fórum também lembra do direito de férias que os professores têm, garantido na legislação.

“Por lei, temos que ter ao menos 45 dia de férias no ano. Quem vai ficar com as crianças nesse período? Será que vão contratar mais professores ou vão colocar pessoas sem a devida formação na função?”, questiona.

Na próxima segunda-feira (28), às 9h, acontece uma Audiência Pública na Câmara Municipal para discutir o impasse.

Participam da reunião os integrantes do Fórum e demais representantes da educação, além da Comissão Permanente de Educação, Cultura e Desporto, formada pelos vereadores Professora Rose, Silveira e Herculano Borges.

Guarda oferece palestra sobre prevenção e combate às drogas em Uneis
Jovens da Unei (Unidades Educacional de Internação) Dom Bosco e da Unidade de Internação Feminina Estrela do Amanhã, em Campo Grande, receberam pales...
Cadastramento biométrico é oferecido pela Carreta da Justiça em Anhanduí
Desde o início desta semana a Carreta da Justiça está realizando atendimentos da biometria no distrito de Anhanduí, no município de Campo Grande, gra...


em cada creche geralmente tem mais de 15 professoras, o ano tem 12 meses, como que todas as professoras vão tirar férias cada uma em um mês? Vai virar uma bola de neve, todo ano vai ficar alguém que não conseguirá tirar suas férias!!!
 
juliana silva em 29/03/2011 06:42:14
Por um lado concordo sim em deixar as ceinfs abertas no periodo de férias de julho, porque nunca bate com periodo de férias dos pais e creche é não tem que ter o mesmo horário das escolas, porque deixamos nossos filhos lá para trabalhar, infelizmente outras mães dixam as crianças lá para ficar sem fazer nada. Mas não vamos generalizar tudo, não são todas que fazem isso,a maioria deixa para trabalhar, e não é fácil deixar as crianças por ai no periodo em que as ceinfs deveriam estar abertas para atende-las.Concordo sim em deixar aberta nesso periodo mas tudo tem que ser revisto com muito cuidado. Obrigada.
 
Carla Lucena em 26/03/2011 09:27:50
ok, professores têm direito às férias, crianças a ficar em casa, mas a pergunta é com quem? pois as mães destas crianças que estão nos ceinf's com certeza não estão em casa, provavelmente estão trabalhando e ela não têm como tirar férias junto com os filhos, a alternativa é sempre deixar em casa com alguém não qualificada ou até mesmo com irmãos somente um pouco mais velhos e em alguns casos sozinhos... pensar nisto, não vivemos em um mundo ideal, a solução deve ser buscada para ambos, professores e crianças
 
marcia scherer em 26/03/2011 09:26:59
Acho que faz uma proposta dessas,nunca viveu de perto a realidade de como funciona um Ceinf.Trabalhei por 3 tres anos´em umporém,alguns pais não se preocupam com os filhos,com hora de saída,onde os funcionarios tem de as vezes ficar até mais tarde esperando.passamos por humilhaçoes,mesmo tendo uma lei que nos ampara e não podemos fazer nada quando somos agredidos verbalmente etc.Segundo o ECA a criança tem que ter por lei direito ao convivio familiar!Em outra época estava tambem uma polemica para que oa ceinf´s funcionassem tambem nos finais de semana.Já imaginou como seria se umas ideias dessas dessem certo?Finais de semanas e periodo de ferias????????
 
elisandra castilho modesto em 26/03/2011 09:22:01
Sei que a questão é complexa, mas precisamos pensar nas mães que trabalham e não tiram férias quase nunca, como é o caso das domésticas. Onde deixar seus filhos?
Não seria o caso de contratação temporária? E alguém vai dizer que é inconstitucional!
 
Hilda França em 26/03/2011 09:12:30
A questão da criança ficar doze meses na escola, leva ao seguinte questionamento: onde ficam o dever dos pais na questão da afetividade, educação, formação de caráter dentre outros. Temos que ter um tempo para a participação da família na formação desse futuro cidadão, para não correr-mos o erro de até disvirtuar na formação dessa criança e a sua revolta quando adolescente e adulto, por que dirão elas aos pais, onde vocês estavam quando eu mais precisei, agora é tarde demais.......
 
luizio espinoza em 26/03/2011 09:05:24
Estou de pleno acordo com o vereador Paulo, nas férias de Julho como as de final de ano a permanencia da criança na escola deve ser opcional, realmente tem pais que não tem com quem deixar as crianças neste periodo, é melhor deixar na escola a levar ao local de trabalho, aproveitando a oportunidade, gostaria de solicitar ao vereador, rever o horario de atendimento nos Ceinf, principalmente no horario de entregar as crianças aos pais, pois o horario de término as 17:00 fica dificil para os pais que trabalham no horário comercial que vai até as 18:00 tem que prolongar este horário no Ceinf, nas férias os professores podem revezar o periodo de férias, assim tambem no horário diário, uma funcionária poderia entrar mais tarde para ficar com algumas crianças até mais tarde.
Grato
Felicidade no projeto
 
José Carlos G. Abreu em 26/03/2011 07:59:04
Não apenas concordo com a abertura de ceifes nas férias como tb a creche noturna.
como ex coordenadora de creche, creio que já deveriam ser aprovadas essas mudanças.
apenas é presciso ter um cuidado em dar a vaga p/ crianças que realmente tem mãe trabalhando. o que é mto comum é que em qto as educadoras estão cuidando essas criança, algumas mães que não trabalham, estão de papo p/ o ar nas esquinas do bairro, fumando tomando tereré, etc.e não se dispõe nem se quer a ajudar as educadoras
como voluntárias. esse foi sempre o lado negativos de creches. mm~es folgadas jogando a responsabilidade de criar seus filhos p/ o governo.
 
Neiva Picoline em 26/03/2011 06:41:25
nao se questiona o direito da criança. é verdade que precisa estar com os pais. mas o que ocorre é que nos períodos de férias dos professores, que é de 45 dias, as instituiçoes ficam fechadas entre a segunda quinzena de dezembro, e a primeira de fevereiro. outra questao é que se pode como em todo setor de trabalho, escolher entre os 12 meses do ano,o período de cada proficional, conforme conveniencia_ da organizaçao.
 
nivaldo santos em 26/03/2011 05:05:17
era só o que faltava, quem pariu as crianças é que tem que se virar para cuidar, poxa tudo para o professor e para a educação daqui uns dias as professoras e que ficarão grávidas para essas mulheres serem mãe, isso é o cúmulo........ é por isso que as crinças ficam rebeldes pois os pais não criam mais seus filhos............deixa para os outros
 
gislaine de araujo em 25/03/2011 10:33:09
Como é? Período de férias crianças na escola?! Que absurdo! Creio que até o autor dessa proposta tem o direito de férias e até recesso anual. Atualmente o educador exerce a função desafiadora de educar, tem remuneração que deixa a desejar, e ainda querem tirar o direito de férias ?! Onde fica o lazer da criança com sua família? E a responsabilidade da família em educar e conviver com seu filho? Tenho filhos no ceinf e vejo a necessidade de ambas as partes ao direito de férias.
 
Giselle Trindade em 25/03/2011 09:52:20
ACHO ESSA PROPOSTA UMA VERDADEIRA BARBARIE...ONDE JA SE VIU OS CEINFS ABRIR DURANTE AS FÉRIAS??? SE REALMENTE OS CEINFS FOSSE PARA ATENDER FILHOS DE "PESSOAS QUE TRABALHAM" EU ATÉ CONCARDARIA EM OS PROFISSIONAIS DESTA AREA TIRAREM FÉRIAS EM PERÍODOS ALTERNADOS...MAS SABEMOS QUE A UNIDADE ATENDE A CRIANÇA ,INDEPENDENTE DE SEUS PAIS TRABALHAREM OU NÃO...OU SEJA ESSA IDÉIA É SOMENTE PARA ATENDER O CAPRICHO DE PAIS INRESPONSÁVEIS QUE CADA VEZ MAIS QUEREM SE LIVRAR DA OBRIGAÇÃO DE CUIDAR DE SEUS FILHOS...ONDE JA SE VIU UMA COISA DESSA???? DAQUI A POUCO VÃO CRIAR UMA LEI PARA OS CEINFS FUNCIONAR FINAIS DE SEMANA TAMBÉM...QUANTA TOLICE!!!! ISSO É FALTA DO QUE FAZER...
 
solange gomes dos santos em 25/03/2011 09:40:24
concordo plenamente com os professores. O nobre deputado deveria pensar em como diminuir a violência, como resolver a deficiência da saúde, como baixar impostos e como criar emprego. Tirar a criança da proximidade dos pais é condenar os pequenos a um ostracismo familiar.
 
Reginaldo Donizete Alves em 25/03/2011 08:40:40
Acredito que este projeto não tem condições nenhuma para ser aprovado, as crianças menores atendidas pelos ceinfs, é as que mais precisam de atenção e convívio com os pais, sabemos que é muito dificil uma familia não ter ninguem que possa ajudar no período de férias, mesmo porque são poucos dias, ja que na maior parte do ano letivo, essas crianças permanecem o dia todo longe de seus familiares, não podemos deixar essas crianças sem o direito de férias, a rotina dos ceinfs são boas mas tambem saõ cansativas. E os profissionais mais do que ninguem precisam dessas férias, para voltarem com animo renovado e conseguirem proporcionar atendimento com QUALIDADE para as crianças.
 
Nelson Wagno em 25/03/2011 07:46:11
Os pais devem se preparar para tirar férias no mesmo periodo que seus filhos.
As criançãs tem necessidade de conviver com seus pais e de terem férias também!
Ou como diria minha vovózinha: " A LÃ NÃO PESA PARA O CARNEIRO."
 
Ednea Braga de Assis Cardoso em 25/03/2011 07:25:12
SINCERAMENTE ACHO QUE MÉDICO TEM QUE CUIDAR DA SAÚDE DO POVO, E NÃO FICAR CRIANDO PROJETO PRÁ DEIXAR CRIANÇA AINDA MAIS TEMPO NOS CENTROS DE EDUCAÇÃO INFANTIL. E QUE HORAS ESSAS CRIANÇAS VÃO FICAR COM A FAMÍLIA? E QUE PROPOSTA SERÁ FEITA PARA QUE ESSAS CRIANÇAS PERMANEÇAM QUASE 365 DIAS EM UM CEINF? MÉDICO TEM QUE CRIAR PROJETOS PRA QUE OS POSTOS DE SAÚDE TENHAM UM MELHOR ATENDIMENTO, E DEIXAR A EDUCAÇÃO PRA QUEM REALMENTE ENTENDE.
 
LUCIVANIA LOMARQUES em 25/03/2011 07:09:34
No comentario anterior me equivoquei no que diz respeito à lei proposta pelo vereador Paulo Siufi. Farei o comentario correto entao:
Quis dizer que se essa lei for aprovada sera muito benefica aos pais que trabalham e não tem aonde deixar os filhos durante as ferias dos ceinfs. E muitas crianças deixarão de ficar na rua durante esse periodo, os pais poderao trabalhar sossegados. Tomara que seja aprovada. As ferias devem ser dadas aos professores individualmente.
 
leticia mello em 25/03/2011 04:59:04
Essa lei é um grande equívoco, porque o que motiva a ideia de termos os Ceinfs funcionando durante as férias é a ideia de que estas instalações são meras creches. Porém, os Ceinfs desenvolvem um belo trabalho educacional com as crianças, cada brincadeira, cada momento de prazer tem um contexto de aprendizagem. Estender o funcionamento deles é ir de encontro até mesmo com a saúde destas crianças, que também precisam descansar. Ceinf é educação, não é assistencialismo.
 
Ricardo Lacerda em 25/03/2011 04:51:30
Não tem logica, as crianças ficam nos ceinfs pois os pais precisam trabalhar, com quem ficariam se tivessem ferias? O estado precisa contratar profissionais substitutos para ceinfs, não dar ferias coletivas.
"os educadores entendem a necessidade dos pais, mas que essa não seria uma competência da educação, e sim, de outras políticas públicas."
quais politicas publicas? elas existem? funcionam?
Se essa lei for aprovada pode ter certeza que muitas familias carentes serao prejudicadas, pois as maes deixarão o emprego para cuidar dos filhos, ou muitos deles ficarão abandonados nas ruas correndo perigo.
 
leticia mello em 25/03/2011 04:48:43
venho deixar meu apoio a todos os professores que trabalham nos CEINFs da capital, pois se a classe ão se unir nesses momentos o que é que vai ser da educação???
Os direitos da classe devem sim ser respeitados assim como o das crianças de terem convivio com seus pais e familiares nesse período, se a moda pega em breve teremos crianças literalmente vivendo nos centros de ensino!!!
 
Maria Luiza R. Martins em 25/03/2011 04:45:49
Esse Deputado deve estar de brincadeira né
em colocar os CEINF´S funciornar nas Férias
os trabalhadores da area tem razão em ser contra porque
tem muitas mães que deixa seus filhos em CINF´S
para ficar sem fazer nada em Casa !!!!!!!!!
ISSO NÃO PODE ACONTECER !!!!
ME AJUDA AI O!!!!!!!!!!!
 
Cleber Pires em 25/03/2011 04:37:25
Existem alternativas para manter os Ceinf's em funcionamento durante as férias. Basta fazer como Corumbá faz há cinco anos: mãe crecheira, um programa onde a Prefeitura faz contrato temporário com mães que estão desempregadas. Enquanto outras permanecem nos serviços, estas mães (crecheiras) vão para as creches e atendem as crianças, sempre acompanhadas de especialistas que tiram férias em outro período. Portanto Paulo Siufi, continue firme nesta proposta. Deu certo aqui e, com certeza vai dar certo aí!!!
 
Antônio Carlos em 25/03/2011 04:16:33
Cada vez mais observamos a ausencia dos pais na formação dos filhos, sendo um dos fatores que contribuem para a violencia, é a ausencia de autoridade dos pais sobre o filhos.
E agora querem deixar uma criança 12 (doze) meses nas creches, ao inves de chamar de TIA, PROFESSORA, essa criança deverá chamar a funcionaria da creche de MÃE, PAI, AVÔ OU AVÓ. aonde vamos chegar ??
Na ultima eleição para prefeito ouvi uma candidata (Campo Grande) a dizer se eleita fosse implantaria a creche noturna. (ufa!! ainda bem que não ganhou)
Pais, mães, avós, avôs, amem e eduquem seus filhos e netos, pois voces são insubstituiveis, o trabalho e necessário mais não é tudo!!
 
Andréa Alves Pereira em 25/03/2011 04:14:09
Concordo que não seja justo os educadores dos Ceinf´s trabalhar em sua férias, mas há muita gente com formação que está desempregada, e era uma forma dessas pessoas ganharem um trabalho temporário e ajudar na renda familiar, reforço, pessoas qualificadas para cuidar dessas crianças! Seria maravilhoso SIM poder ficar com nossos filhos no perÍodo em que as creches estão de fèrias, mas muitos pais nao tem direito a tantos dias de férias, e muitas vezes, são obrigados a deixar os filhos com estranhos, sem nenhuma qualificação, e sujeitas a qualquer tipo de abusos... E pior ainda, pais que, por não ter nenhuma condição financeira de pagar uma babá durante as férias, ou por não ter alguém que cuide delas,um familiar, acabam por ficar sozinhas em casa, correndo até mesmo risco de vida!!! REFLITAM!!! E QUE TENHAMOS UM FINAL FELIZ PARA TODOS, INCLUSIVE AS CRIANÇAS!!!
 
angela araujo em 25/03/2011 04:07:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions