A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

04/04/2019 16:12

Em obra do Reviva, poste de semáforo fica no caminho de deficientes visuais

Após reclamação enviada ao Paço Municipal, prefeito vai ao local e determina correção: piso tátil será removido e vai contornar obstáculo

Humberto Marques e Alana Portela
Poste ficou no meio do trajeto do piso tátil usado por deficientes visuais. (Foto: Alana Portela)Poste ficou no meio do trajeto do piso tátil usado por deficientes visuais. (Foto: Alana Portela)

Obras do Reviva Campo Grande realizadas no cruzamento das Ruas 14 de Julho e Maracaju, região central da cidade, criaram um obstáculo a mais para os deficientes visuais da cidade. A instalação do poste de um dos semáforos acabou por usar a faixa reservada para o piso tátil –que indica os caminhos para pessoas que não enxergam ou têm visão parcial.

O fato gerou reclamações que chegaram ao Paço Municipal. Nesta tarde, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) esteve pessoalmente no local das obras, após ser informado sobre o problema, e confirmou que os reparos seriam realizados até as 22h desta quinta-feira (4).

A solução encontrada foi realizar um desvio do piso tátil, que ficará mais à esquerda, de forma a não ser necessário remover o poste. “Foram na prefeitura me procurar para fazer a reclamação, dizendo que os deficientes visuais poderiam se machucar. Por isso vim ver”, afirmou o prefeito.

Ele determinou que as equipes de engenharia que atuam no local façam a correção ainda hoje. “Vão ficar até as 22h para fazer isso”, garantiu.

Discutido há quase uma década, o Reviva Campo Grande saiu do papel durante a gestão de Marquinhos, com a assinatura de contrato com o BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento) na ordem de R$ 49 milhões e, recentemente, teve discutido um aditivo de R$ 24 milhões –que o Executivo afirma ser negociado diretamente entre empreiteira e a entidade de financiamento.

A obra visa a dar nova caracterização à Rua 14 de Julho por meio de um novo pavimento, calçadas mais largas e fiação escondida. Porém, os serviços geram polêmica, com comerciantes alegando prejuízos com os serviços, que exigem interdições em trechos da via e acabam por afastar os clientes.

Prefeito disse que pista será removida e reinstalada contornando poste. (Foto: Denilson Seceta/PMCG)Prefeito disse que pista será removida e reinstalada contornando poste. (Foto: Denilson Seceta/PMCG)
Prefeito disse que equipes trabalharão até as 22h para corrigir problema. (Foto: Denilson Secreta/PMCG)Prefeito disse que equipes trabalharão até as 22h para corrigir problema. (Foto: Denilson Secreta/PMCG)


Incrível a capacidade de alguns trabalhadores de fazer a coisa errada para ter que desmanchar e fazer de novo. O pedReino não viu isso? Se não viu ele precisa do piso tátil. Se viu e não falou nada e incompetente. Se falou e o encarregado da obra não tomou providência não é encarregado. Se não tinha autoridade para mudar nada levou ao conhecimento do engenheiro responsável? É muito erro numa obra desse tipo e olha que está todo mundo acompanhando, imaginem o que acontece atrás de vários tapudesse na cidade.
 
Alex André de Souza em 04/04/2019 21:54:02
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions