A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 19 de Janeiro de 2019

08/11/2011 19:16

Emha vai intensificar fiscalização contra mutuários irregulares

Fabiano Arruda
Desde 2009, cerca de 200 residências foram retomadas pela agência. (Foto: Divulgação)Desde 2009, cerca de 200 residências foram retomadas pela agência. (Foto: Divulgação)

A Emha (Agência Municipal de Habitação de Campo Grande) vai desencadear, a partir de dezembro, ações contra mutuários irregulares em Campo Grande.

Segundo o assessor técnico da agência, Rodrigo Giansante, os mutuários terão até o mês que vem para comparecer ao órgão e esclarecer possíveis irregularidades, conforme Lei Complementar nº169, cuja vigência se encerra em dezembro.

Conforme Rodrigo, desde 2009, foram retomadas pela agência cerca de 200 residências em Campo Grande por conta de irregularidades.

Desde a vigência da lei, pelo menos 5 mil pessoas procuraram a Emha para resolver pendências. São 20 mil moradias cadastradas na agência.

“Pessoas com prestação atrasada, contrato de gaveta ou que precisam da regularização de titularidade devem procurar a Emha”, pontuou Giansante, ressaltando que os “adimplentes”, do outro lado, poderão ter acesso a desconto para pagamentos.

Rodrigo ainda destacou que a fiscalização contra mutuários irregulares tem início, geralmente, por meio de denúncias.

“A partir da constatação da irregularidade e conclusão do processo de retomada, a residência volta para a agência e vai a sorteio para atender outros mutuários ou pode atender casos emergenciais, como catástrofes causadas pela chuva”, explicou, garantindo que a estimativa do número de mutuários irregulares é imprecisa, “pois varia diariamente”.

Oficializada prorrogação de prazo de desconto para quitar dívida com Emha
Foi oficializada hoje a prorrogação do prazo para mutuários da Emha (Agência Municipal de Habitação) obterem descontos para regularizar débitos, por ...
Homem sobre o efeito de drogas é encontrado esfaqueado em rua do Guanadi
Um rapaz, de 25 anos, foi parar na Santa Casa de Campo Grande depois de ser esfaqueado na Rua Jussara, no Bairro Guanandi por volta das 22h desta sex...
Dupla é presa ao ser flagrada pichando pista de skate da Orla Morena
Dois jovens, ambos de 21 anos, foram parar na delegacia na tarde desta sexta-feira (18) ao serem flagrados com droga e pichando a pista de skate da O...


Penso que a pessoa que faz o cadastro junto aos órgãos Emha e Agehab precisa do imóvel para morar e tem muitos imóveis alugados, pois o proprietário compra e aluga ou vende, gerando os contratos de gaveta, fato lamentável pois tem muita gente precisando de um teto para sair dos aluguéis e isso é mais um problema que interfere na aquisição da casa própria. Penso que as pessoas devem denunciar!!!
 
Anne Caroline em 09/11/2011 11:00:09
tambem acho eles são taxativos e pronto... não tem acordo... e o juro então não sei de onde sai tanta taxa.
 
rosalia pereira martins em 09/11/2011 10:30:37
Eu acho que Ema tem rever algumas normas de transferencia, se a pessoa compra uma casa e faz um contrato de gaveta,acho que não precisaria de tanta boracracia para transferir.
 
karina campos em 09/11/2011 09:34:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions