A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

11/12/2015 18:46

Energisa diz que trabalha para restabelecer energia aos clientes regulares

Viviane Oliveira
Preocupados com a situação, moradores da Cidade de Deus foram para as ruas.   (Foto: Fernando Antunes). Preocupados com a situação, moradores da Cidade de Deus foram para as ruas. (Foto: Fernando Antunes).

A concessionária Energisa emitiu nota de esclarecimento sobre a falta de energia no Residencial Pedro Teruel, que fica na comunidade Cidade de Deus em Campo Grande. 

Pelo menos 50% dos moradores do residencial ficaram sem luz e no restante das casas a energia funcionava em meia fase, após o protesto realizado nesta quinta-feira (11) por integrantes da favela do bairro, que chegaram a atear fogo em pneus e fechar a BR-262, devido ao corte de luz promovido pela empresa, para acabar com os "gatos", método ilegal de ligação na rede elétrica para obter energia.

Segundo a assessoria de imprensa, a Energisa enviou equipes ao Residencial, nesta tarde, para o restabelecimento do fornecimento de energia aos clientes regulares do local. “Vale lembrar que os moradores da favela Cidade de Deus estavam utilizando a rede de energia elétrica de forma ilegal por meio de ligações clandestinas. O fornecimento foi interrompido na manhã desta quinta-feira (10) para garantir a segurança no local”, diz a nota.

A concessionária atua em todo o Estado no combate a furtos de energia, uma obrigação determinada pela Aneel (Agência Nacional de Energia Elétrica). “Além de ser crime e gerar impacto nas tarifas de clientes regulares, as ligações clandestinas oferecem riscos à população, sobrecarregam e comprometem a confiabilidade da rede de distribuição de energia”, diz o texto.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions