A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

17/08/2016 10:26

Falta de vale-transporte tira 100 recreadoras por dia das creches

Chloé Pinheiro
Ceinf Jardim Marabá, que funciona apesar do deficit no quadro de funcionários. (Foto: Marcos Ermínio) Ceinf Jardim Marabá, que funciona apesar do deficit no quadro de funcionários. (Foto: Marcos Ermínio)

Quatro dias depois de anunciar que parariam os serviços devido a falta de pagamento do vale-transporte, cerca de 100 recreadoras não estão dando expediente nos Ceinf (Centro de Educação Infantil) de Campo Grande. 

Essa é a contabilização do Senalba (Sindicato dos Empregados em Entidades Culturais, Recreativas, de Assistência Social), entidade responsável pela paralisação, anunciada na quinta-feira (11). As funcionárias em questão são terceirizadas pelo convênio entre a Prefeitura e as entidades Seleta e Omep, que afirmam não ter recebido toda a verba destinada ao pagamento do benefício nos últimos dois meses. 

"A Prefeitura nos enviou um ofício nessa semana dizendo que os valores estavam corretos e foi isso. Agora, não sabemos o que fazer, pois já avisamos que não recebemos o suficiente", explica Laudson Ortiz, advogado que representa as empresas conveniadas. 

No Ceinf Paulo Siufi, no Jardim Marabá, a diretoria já havia confirmado o deficit, mas contou que o atendimento está normal. Os pais, entretanto, relatam que alguns ajustes tiveram que ser realizados para tampar o buraco.

"Normal significa que os professores estão indo, mas, como faltam recreadoras, eles têm que juntar as turmas e fica 30, 40 alunos na mesma sala", conta um pai que não quis se identificar. 

A Prefeitura foi procurada para se posicionar, mas não houve retorno até o fechamento desta reportagem. 



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions