A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 26 de Abril de 2019

19/01/2019 15:11

Grupo invade Aquário do Pantanal e é disperso com disparos do segurança

Conhecido pelo gasto de dinheiro público e paralisia da obra, empreendimento voltou a ser notícia em 5 de janeiro, por exibir uma pichação na cúpula

Aline dos Santos
Canteiro de obras do Aquário do Pantanal é cercado por placas metálicas. (Foto: Henrique Kawaminami)Canteiro de obras do Aquário do Pantanal é cercado por placas metálicas. (Foto: Henrique Kawaminami)

O canteiro de obra do Aquário do Pantanal, que é circundado por placas metálicas, foi invadido por cinco pessoas, que só deixaram o local após o segurança efetuar disparos. De acordo com o Boletim de Ocorrência, o segurança conta que fazia ronda interna na madrugada de ontem (dia 18), por volta de 2h30, quando avistou cinco pessoas entrando no local. A obra fica nos altos da avenida Afonso Pena, em Campo Grande.

Ele relata que por duas vezes deu ordem de parada, mas três continuaram a entrar. Quando viu que uma das pessoas colocou a mão na cintura, o segurança  efetuou o primeiro disparo. Como eles continuaram no local, o vigilante fez novos disparos. O grupo pulou a proteção e saiu do canteiro de obras.

O segurança comunicou o supervisor de plantão, que acionou a PM (Polícia Militar). Segundo o Boletim de Ocorrência, não houve feridos. O caso foi registrado na Depac Centro (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) neste sábado(dia 19) como “preservação de direito”. A vigilância é feita pela empresa SJT–Segurança e Vigilância Patrimonial Ltda.

Conhecido pelo gasto de dinheiro público e paralisia da obra, o Aquário do Pantanal voltou a ser notícia em 5 de janeiro, por exibir uma pichação na cúpula. A Seinfra (Secretaria Estadual de Infraestrutura) abriu processo administrativo para verificar se houve negligência da empresa de vigilância, enquanto a Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) procura o autor da pichação.

Se encontrado, o responsável vai responder por pichação e dano ao patrimônio público. Somadas, as penas dos dois crimes variam de 6 meses a 3 anos de reclusão.

A empresa responsável pela segurança informou que a pichação no imóvel foi feita entre 23 e 30 de dezembro, mas leitor do Campo Grande News tem fotos comprovando que em 19 de dezembro a cúpula da obra milionária já exibia o desenho.

O Aquário do Pantanal é construído desde 2011 nos altos da Afonso Pena, em Campo Grande, com custo calculado de R$ 230 milhões. A previsão é que o edital de licitação seja lançado em janeiro para conclusão da obra. 

Com o passar dos anos, placas cedem e são reforçadas ao redor da obra. (Foto: Henrique Kawaminami)Com o passar dos anos, placas cedem e são reforçadas ao redor da obra. (Foto: Henrique Kawaminami)
Cúpula do Aquário foi alvo de pichação. (Foto: Gabriel Marchese)Cúpula do Aquário foi alvo de pichação. (Foto: Gabriel Marchese)


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions