A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/12/2014 14:32

Guarda Municipal cancela aluguel de novo comando e quer imóvel próprio

Kleber Clajus
Comandante cancelou contrato de aluguel porque ele não atenderia nova estrutura com a criação de secretaria (Foto: Kleber Clajus / Arquivo)Comandante cancelou contrato de aluguel porque ele não atenderia nova estrutura com a criação de secretaria (Foto: Kleber Clajus / Arquivo)

Com mudança para Secretaria de Segurança Pública, a Guarda Municipal cancelou aluguel de imóvel que sediaria comando na Avenida Costa e Silva, em Campo Grande. O valor, previamente anunciado, era de R$ 15 mil.

Valério Azambuja, comandante da corporação e futuro secretário, ressaltou que a medida ocorre no momento em que as atribuições dos guardas municipais passam da segurança de patrimônio para rondas ostensivas e fiscalização de trânsito, havendo necessidade de espaço amplo que possibilite atender ao cidadão que precisar recorrer de multas.

“Cancelamos o contrato em novembro e iniciamos processo para encontrar prédio próprio do município para abrigar Guarda Municipal, Defesa Civil e Batalhão de Trânsito. Há três hipóteses [de imóveis] muito boas, mas não posso adiantar por questões burocráticas”, comentou Azambuja, ao apresentar grupo que servidores que vai atuar em 10 dias úteis na fiscalização de trânsito na Capital.

O comandante destacou que pretende reestruturar a Defesa Civil, convocando novamente voluntários para atuar em situações de risco e emergência. Recadastramento dos quadros atuais e novos cadastros devem ser iniciados ainda neste mês.

Nova secretaria – Nesta semana, a Guarda foi convertida em Secretaria Municipal de Segurança Pública por lei aprovada pelos vereadores da Capital.

O prefeito Gilmar Olarte (PP) pretende, “o mais rápido possível”, empossar como titular Valério Azambuja. A nomeação está prevista para ocorrer até o fim de semana.

Conforme o progressista, o principal objetivo da nova secretaria será prospectar recurso federal para o combate as drogas e reforço do policiamento ostensivo no município. Uma coordenadoria será implementada em sua estrutura também para atuar de forma interligada com ações de esporte e cultura nos bairros.

Com efetivo de 1,1 mil guardas municipais, a nova secretaria contará com um secretário, um secretário-adjunto, quatro chefes, um corregedor, dois gerentes e dois coordenadores. Do efetivo, 200 servidores passam por capacitação para uso de armamento e 100 estão formados para atuar no controle de distúrbios.

A nova estrutura administrativa deve englobar ainda ações da Defesa Civil, além de fornecer suporte ao trabalho da Agetran (Agência Municipal de Trânsito) que permanece vinculada a secretaria de obras.



TEM UM PRÉDIO ABANDONADO NA JOSÉ ANTONIO COM BARÃO DO RIO BRANCO ANTIGA ENERSUL, QUE PODE SER RECUPERADO, UMA ESCOLA EM FRENTE A PREFEITURA, 25 DE DEZEMBRO COM AV AFONSO PENA. OFERECE PARA ELES CAMPO GRANDE NEWS O QUE NÃO PODE É QUERER GASTAR MAIS DINHEIRO, OU OCUPA LÁ ANTIGA RODOVIÁRIA OU AINDA AQUELA QUE SERIA A NOVA RODOVIÁRIA NO CABREÚVA, AINDA TEM O ESPAÇO DO ANTIGA ESCOLA JOÃO FIGUEIREDO NA AV DUQUE DE CAXIAS FRENTE AO CMO UM PONTO ESTRATÉGICO TUDO ABANDONADA POR LÁ. O POVO ESTA DE OLHO SR PREFEITO E 2016 ESTA PRÓXIMO O POVO NÃO AGUENTA MAIS ESSES GASTOS DESNECESSÁRIO.
 
santinho em 04/12/2014 16:09:39
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions