A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/02/2011 14:13

Jovem encontrada morta em haras era usuária de drogas

Fabiano Arruda e Viviane Oliveira

Corpo foi encontrado hoje no bairro Dom Antônio Barbosa

Faca ensanguentada foi encontrada no local. (Foto: Simão Nogueira)Faca ensanguentada foi encontrada no local. (Foto: Simão Nogueira)

Rosângela Silva dos Santos, 22 anos, era usuária de drogas e não tinha residência fixa, segundo vizinhos e a própria mãe da vítima, Maria Angélica da Silva, de 60 anos.

O gerente do haras, no bairro Dom Antônio Barbosa, em Campo Grande, encontrou o corpo da jovem e chamou a Polícia Militar, que esteve no local há pouco para preservar a cena do crime. A perícia ainda não havia chegado.

A suspeita principal é que Rosangela tenha sido degolada, pois havia bastante sangue no pescoço. O corpo dela foi encontrado de costas, no chão havia uma faca, também ensangüentada.

“Eu não agüentava mais. Ela roubava tudo de casa. Já encontrei maconha na bolsa dela. Ela vivia na casa de um e outro. Não tinha paradeiro. Estive com ela pela última vez no domingo”, relata a mãe, que afirmou ter avisado diversas vezes a filha que ela poderia morrer caso não abandonasse o vício.

Rosângela tem três filhos. O mais velho tem seis anos, o segundo tem quatro e o caçula apenas dois anos. Os três estão no Conselho Tutelar, pois a avó afirma que não tem condições de cuidar das crianças.

Os vizinhos disseram que Rosangela era conhecida no bairro por viver "perambulando" sem destino e por usuária de drogas. Alguns deles disseram que a jovem estaria grávida de dois meses, no entanto, a mãe dela negou a informação.

Internação - A mãe da vítima conta que a filha esteve internada, por sete meses, numa clínica de reabilitação no ano passado. “Dos meus nove filhos, ela era a única viciada”, conta Maria Angélica.

Rosângela foi casada por dez anos com Everton Rodrigues da Cunha, 25 anos, conhecido como “Rato”, no bairro Tarsila do Amaral. Em 2009, ele, também dependente químico, foi morto a facadas no jardim Anache. Desde a morte do marido, Rosângela não teve mais interesse pelos filhos, segundo a mãe da vítima.



A dor é de todos que perdem uma pessoa da familia, não importa o que fez e o que fazia p/uma mãe a filha sempre sera a filha...meus sentimentos a familia
 
Eliete R.B.Feller em 02/02/2011 02:09:49
Está passando a hora dos nossos governantes, terem um olhar para essa questão da dependencia quimica. Se faz necessario que construa centros de recuperação para dependentes quimicos de forma que eles possam trabalhar e aprender algo na vida!
Logicamente que tenha pessoas especializadas para trabalhar com essas pessoas!
Acorda gente!!!!!!!!!!!!!!!!
 
RICARDO JEFERSON SOUZA RÔA em 01/02/2011 11:52:08
Meus pesames a essa familia . Essa jovem, mais uma vitima como o marido dela, desse grave e cruel vicio. Enquanto o problema da droga nao for erradicado no Brasil , teremos sempre esse tipo noticias onde pessoas jovem se perdem no vicio, destruindo suas familias. A lei tem que ser mais duras c/ esses traficantes e pessoas q aliciam jovens a consumirem drogas.
Esta na hora do Brasil aderir a pena de morte p/ esses crimes horrendos e a traficantes de drogas. Eles nao estao destruindo algumas pessoas, mas estao afetando a sociedade de um modo geral. Nao se te mais seguranca pois essas pessoas viciadas fazem qualquer coisa p/ adquirir dinheiro p/ comprar mais drogas. Depois do crack , nao se tem mais sossego! Cadeias a esses criminosos, destruidores de sonhos de nossa juventude.
 
maria tomas em 01/02/2011 10:19:46
Sinto mt somente pelos filhos e a mãe, cada um sabe o caminho que faz da vida, arque cm proprias consequencias... meus pesames a familia.
 
Tatiane M. de Oliveira em 01/02/2011 03:53:14
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions