A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/10/2013 17:55

Jovens amarram, agridem e insultam gêmeos de 9 anos em Campo Grande

Bruno Chaves
Pai teme represálias e preferiu não se identificar, mas afirma que crianças foram vítimas de racismo (Foto: Cleber Gellio)Pai teme represálias e preferiu não se identificar, mas afirma que crianças foram vítimas de racismo (Foto: Cleber Gellio)

Dois meninos de nove anos foram amarrados, agredidos e insultados por três jovens no último dia 9 no bairro Eldorado, em Campo Grande. Segundo o pai dos gêmeos, um servente de pedreiro de 50 anos, que preferiu não se identificar, as crianças foram vítimas de racismo.

Testemunhas viram a cena e relataram que os rapazes, dois de 18 e um de 17 anos, tomavam tereré em frente a residência quando teriam se irritado com a brincadeira dos garotos. As crianças foram levadas para a parte de trás de um veículo, tiveram as pernas e braços amarrados por uma corda e foram insultadas e agredidas.

“É difícil você voltar do trabalho, chegar à rua da sua casa, ver um rolo todo e perceber que seus filhos foram maltratados por uma pessoa que mora na casa ao lado. Já tem 13 anos que eu moro aqui no bairro e tem seis que eu conheço a família dos rapazes”, lamenta o pedreiro, lembrando que as agressões ocorreram por volta das 18h.

O pai contou que chegou a conversar com os acusados para saber o que houve. No entanto, os três jovens negaram as acusações e falaram que ninguém possui prova do ocorrido. “Algumas pessoas chegaram a falar que foi brincadeira de criança, mas se fosse com o filho deles não seria brincadeira”, conta.

Depois do ocorrido, todos foram para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário), onde o caso foi registrado. Para o servente, a justiça deve ser feita. “Não quero indenização, nem dinheiro. Eu quero justiça, que eles paguem com trabalho o que eles fizeram, senão amanhã ou depois vão fazer pior com outras crianças. Eu prefiro bater concreto o dia inteiro do que ganhar um centavo por causa do que aconteceu”, afirmou.

As crianças vítimas de agressões e racismo estudam no período matutino e ficam com a mãe, uma costureira de 44 anos, durante a tarde. Na última quarta-feira, os dois estavam sozinhos porque a mulher havia saído para entregar uma encomenda. Além dos gêmeos, o casal possui outro filho de 12 anos e uma filha de cinco.

“Meus filhos estão com medo de sair de casa. Outras crianças sempre tiraram sarro deles porque são negros e pobres, mas foi a primeira vez que aconteceu uma coisa dessas. Eu já tinha vontade de mudar de cidade e voltar para o interior de São Paulo, agora, essa vontade aumentou”, concluiu.

Com forte dores, mulher reclama de falta de atendimento em UPA
Mesmo apresentando fortes dores e inchaço na região do estômago, sem conseguir comer a três dias, uma mulher que procurou atendimento na UPA (Unidade...
Problema rotineiro, chuva causa alagamentos no bairro Cidade Morena
A chuva que atingiu Campo Grande no fim da tarde deste domingo (17) causou vários problemas à população, desde alagamentos a problemas estruturais em...
Mulher é atropelada pelo ex-marido e está em estado grave na Santa Casa
Uma mulher de 33 anos foi atropelada pelo ex-marido e está internada em estado grave na Santa Casa de Campo Grande, sedada e entubada na CTI (Centro ...


Leandro Oliveira, não fico cuidando a vida de ninguém, só que a partir do momento que o delinquente tá gritando no meio da rua e me acorda, ou as vezes nem deixa dormir, ai sim é meu problema. Perder tempo cuidando da vida dos outros, de muleque pra piorar, é o fim!!
Karol Camargo, é bonitinho chegar e dizer que é só pedir. Já pediram, quando o rapazinho começou a fazer essas coisas. Ele faz para afrontar! Policia varias vezes já ligamos, mas não adianta.
Parece que o rapazinho criou vergonha na cara e começaram a educar ele!! E o site deveria divulgar o que deu do processo deles né?
 
João Paulo em 03/11/2013 17:48:15
Conheço essas crianças pois sou vizinha deles. Os pais são gente boa, trabalham e são responsáveis. Qualquer criança pode ser levada, são crianças... agora, essa coisa de dizer que elas são terríveis, jogam pedras nos carros, e muito mais... isso é coisa de quem não ter o que fazer e nem o que falar! Sou vizinha também desses rapazes que amarraram esses meninos e sei que a vizinhança diz que a mãe deles está vendendo a casa porque não aguenta mais tanta bagunça e o povo reclamando... Foi muita sacanagem o que fizeram com essas crianças!! Será que eles gostariam que fizessem isso com os filhos deles também?? Se não tem filhos ainda, um dia vão ter e aí?... Será que eles iriam aprovar isso e dizer que criança é assim mesmo????????
 
Luciana lima em 26/10/2013 13:46:21
Muito fácil julgar os outros sem saber o outro lado da história, aposto que ninguém foi atras para escuta os adolescentes. É um absurdo os pais dessas duas crianças deixa elas sozinhas em casa, visto que tem bastante comentário aqui que falam que elas vivem "largadas"! E eu conheço os 3 jovens também e não é deles maltratar alguém nem ao menos ser racista, eles fazem faculdade e são meninos sérios... E a "bagunça" que um deles faz, se realmente incomodasse era só ir la falar com ele... e não vir reclamar depois que tudo ja aconteceu! A justiça vai decidir que quem são os certos, enquanto isso ninguém pode ficar julgando os 3 jovens que podem até ser inocentados... eles sabem que não fizeram nada e justiça vai ser feita!
 
Karol Camargo em 16/10/2013 16:25:58
Engraçado que você João Paulo, só serve pra ficar cuidando da vida dos outros!!!
Concordo com a Izabel, pois vejo esses meninos direto na rua no fim de tarde!
E por que a mãe não colocou esses meninos dentro de casa na hora em que saiu. Conheço os meninos também de 18 e 17 anos. São meninos que cursam faculdade e estão buscando seu espaço no mercado de trabalho.
Se houver Justiça não é você que vai julgar, e sim Promotores e Juiz!
Falar e julgar sem mesmo saber o que houve de fato é muito fácil.
Essas crianças nesse horário das 18hrs, deviam estar dentro de casa fazendo suas lições de escolas, ou dentro de um projeto da prefeitura no período da tarde. Já que são humildes como relata o pai.
Se o mesmos tivessem educação, não estaria na rua insultando as pessoas na rua!
 
Leandro Oliveira em 15/10/2013 19:03:09
Moro próximo ao acontecido,quero deixar bem claro que sou contra o racismo, e também sou testemunha dos adolescentes, pois estava passando na hora do acontecido,é não houve nem um tipo de agressão contra essas crianças, conheço bem todos os envolvidos,e sei muito bem do que estou falando, essas crianças são jogada na rua pelos pais,ficam até tarde atormentando os vizinhos e nunca ninguém faz nada, usaram esses adolescentes como bode expiatório, ninguém deu a eles uma chance de se defender, é muito fácil criticar e crucificar os outros sem ter prova nenhuma, ninguém nem a impressa foi procura-los para conhecer outro lado da historia. por isso peço a todos que não joguem pedras sem ter certeza se são merecedores.
 
Julio Maia em 15/10/2013 16:19:20
Izabel Rosa, sim eles são bem arteiros, também sei quem são, porém o delinquente que fez isso, no outro dia ficou até 5 e meia da manhã, gritando bêbado na rua com amigos, se bobiar os mesmos que fizeram isso. Imaginei que sentiriam vergonha do que fizeram, mas não, no outro dia teve churrascada e a mesma bagunça de sempre. Falta limite da mãe, que o mesmo dirige pra cima e pra baixo sem carteira, falta limite do irmão, que corrobora com todos os atos do marginalzinho.
 
João Paulo em 15/10/2013 12:42:19
Entendo seus argumentos, Izabel Rosa!
Como você disse que "esses meninos são levadas e malcriadas", basta chamá-los e levar até aos pais ou responsáveis pelos mesmos.
Se teve prejuízo(s) fisícos e/ou materiais, mostre para eles para que arquem com os prejuízos.
E se mesmo assim não resolver, basta acionar a polícia e abrir um processo para arcar os prejuízos.
 
Marcelo Mattos em 15/10/2013 08:28:25
Conheço essas crianças e os pais, essas crianças vivem na rua, até a menina de 5 anos brinca na rua, esses meninos jogam pedras em carro q passam, por varias vezes eu já vi carro frear em cima dos gêmeos, qse sendo atropelados. Essas crianças são levadas, malcriadas e acredito q o aconteceu não tem nada a ver com racismo ou pobreza, pobreza não é sinônimo de relaxismo..Não conheço os rapazes mas conheço as crianças e sei bem como são e quem quiser saber quem são eles é só perguntar na rua q eles moram...
 
Izabel Rosa em 14/10/2013 11:16:02
CADÊ OS DIREITOS HUMANOS PARA DAR APOIO À ESTAS CRIANÇAS E FAMILIARES QUE SOFRERAM RACISMO?
Ao invés de prestar apoio psicológico às vitimas, PREFEREM DEFENDER E DAR APOIO PARA OS BANDIDOS!
Se tivesse acontecido algo com os rapazes que fizeram isso com os garotos, os Direitos Humanos acionaria a OAB para processar os repressores.
ABRAM OS OLHOS E AS MENTES DIREITOS HUMANOS! DÊ APOIO E ASSISTÊNCIA AS VITIMAS E NÃO AOS BANDIDOS.
Senão, tem que mudar o nome para DIREITO CRIMINAIS, e não Direitos Humanos.
 
Marcelo Mattos em 13/10/2013 19:07:01
Racismo : é a Lei nº 7.716/89 que define os crimes resultantes de preconceito de raça ou de cor.
Art. 5º, XLII - a prática do racismo constitui crime inafiançável e imprescritível, sujeito à pena de reclusão, nos termos da lei;
Discriminar, em sentido amplo, é o ato de distinguir, separar, diferenciar.
Isso nem sempre é ruim, pois por vezes é feito para se obter resultados positivos, desde que feito por critérios corretos, sendo feito de forma corriqueira no cotidiano. O sentido que se quer enfocar neste caso é a Discriminação Racial, que é totalmente repudiável e punível em nosso ordenamento.
4.2. Preconceito é a idéia preconcebida, anterior, com base na qual alguém, sem
tomar conhecimento devido de determinada situação, já produz uma idéia anterior sobre outra pessoa ou circunstância
 
Rivelton Monteiro Jarcem em 12/10/2013 18:38:10
Que absurdo! Policiais façam alguma coisa! Isso é crime! Traumatizaram as crianças, deixaram marcas que elas levarão para toda a vida!
 
Maria Silva em 12/10/2013 12:05:59
como alguém pode fazer algo tão ruim assim e ainda dormir a noite . o ser humano agem pior que um animal com o seus semelhantes , não há desculpa para uma barbaridade dessa com crianças, pior ainda, que deus proteja essa família , pois enquanto há pessoas maldosa que comete essa loucuras há milhões bilhões que protegem os seu semelhantes independe da cor raça .
 
liberata alves de souza em 12/10/2013 11:55:34
Esses rapazes tem que pagar pelo o que eles fizeram...pô são apenas crianças, são seres humanos não são animais...e nem animais se maltratam desse jeito...sou contra o racismo,e ao mal trato de crianças, pois sou mãe e eu sei o que a familia desses meninos estão sentindo, vc ver um filho seu sofrer racismo, maus tratos que isso! ainda mais por uns moleques desocupados, que não pensam nas consequências e que um dia eles irão ser pais , ai eles vão sentir na pele a dor de ver um filho seu sendo mal tratado...AQUI SE FAZ, AQUI SE PAGA!!!!
 
Rosana da Silva Almeida em 12/10/2013 10:19:36
É um absurdo!!!! São crianças 9 anos... onde está o respeito ao próximo? Esses jovens não foram educados por seus pais? Se não foram tanto os jovens e os pais devem responder na JUSTIÇA.
“Algumas pessoas chegaram a falar que foi brincadeira de criança". NÃO É NÃO, É CASO DE POLÍCIA....
Esses jovens tem que bater laje (pagar com trabalho) para entender que tereré o dia inteiro não leve ninguém à lugar nenhum.
MARGINAIS!
 
Luca Bueno em 12/10/2013 09:45:46
A onde esta os direitos humanos em uma hora dessas,quando se trata de bandidos mal tratados ou rebelados eleS vem e ficam acompanhado todo o episodio ,agora quando as vitimas são meras crianças pobre e de cor,será que os Direitos humanos esta acompanhado este fato,que eu saiba racismo é crime .E vivemos em um país onde todos tem o direito de ir e vim.Apesar deles serem pessoas honestas ,trabalhadoras e de cor ,isto não quer dizer que são lixos escorias da humanidade,antes de tudo são seres humanos que acreditam em Deus este sim vai se encarregar de fazer a sua justiça.
 
FRANCISCO SANTOS em 12/10/2013 09:13:18
Mas que absurdo.Estamos no Século XXI e ainda assim existe racismo. O que há de errado na educação desses rapazes. Será que faltou dar mais amor pra eles, ou faltou educação mesmo, ou será que faltou estudo pra eles. Porque,eles não podem ser tão ignorantes assim de fazer o que fizeram.
 
ADENILSON JOSÉ em 12/10/2013 08:20:32
O pedreiro está certo, brincadeira e humilhação tem limite, varrer a praça uns 6 meses pode ensinar um pouco de humildade pra estes jovens que se acham no direito de dar "lição" em garotos de 9 anos.
 
Wilson Velasco em 12/10/2013 08:04:35
Vejam...um de 17 outro de 18, tomando tererê, normal...mas será que têem ocupação ? cabeça vazia é oficina do kpta ,então... acho que está faltando atividade para esses rapazes, é bom acudir enquanto é tempo. , MERECEM BONS CONSELHOS.
 
juraci furtado em 12/10/2013 07:13:03
E aí povo dos Direitos Humanos, não vai fazer nada?
 
celia maria em 12/10/2013 06:57:32
Eu tenho orgulho de ser NEGRA ou PRETA tanto faz e tenho orgulho de encontrar pessoas
Como esse pai que em palavras mostra sua honestidade e o desejo de justiça...Agora eu fico pasma por ver cada vez mais nossa cidade tao violenta e tao racista, pais que nao dao amor, nem respeito e muito menos carater. E mais filhos que fingem que nao aprenderam nada para fugir da culpa...
 
Maria de Amorim em 12/10/2013 02:06:23
enquanto não se mudar as leis tudo passara em branco principalmente se o negro for pobre ai piora mais ainda ,outra coisa é se calar diante das injustiça com medo , não podemos nos calar temos é que abrir nossa boca e falar tudo o que pensar, deixar passar por medo não vai resolver então queremos que justiça seja feita doa a quem doer.
 
MARIA DE LURDES FRANCISCO em 11/10/2013 23:51:07
Esses agressores marmanjos são muito covardes. Como não têm coragem para peitar gente do tamanho ou da idade deles, agridem crianças. Racistas e covardes. Cadeia neles, para ver se eles tem peito para encarar os marginais colegas de cela. Vão virar mulher dos malandros.
 
jose rodrigues em 11/10/2013 23:39:41
O fato de dizer que não tem prova, demonstra que realmente eles fizeram algo errado.
Porem o pai dos meninos, esta agindo corretamente.
Se a justiça não for feita, esse exemplo correto de um pai, que procura a lei, jamais
será esquecido por seus filhos.
 
Mirella Forti Cossignani em 11/10/2013 21:20:59
para racismo deveria ser um pena pelo menos de nove anos sabendo que a "justiça" solta com menos de dois anos. mas é uma pena que não vai dar em nada porque nosso PAÍS é terra de ninguém tipo sem lei.
 
valdenir nunes em 11/10/2013 19:14:00
Muito triste ver noticias desse tipo, racismo não pode ser tolerado de forma alguma...
 
geraldo cançado em 11/10/2013 19:05:43
VERGONHA! .. Vergonha devem sentir esses adolescentes que fizeram isso com esta família... parece que as pessoas não pensam que o mundo e todas as pessoas somos uma comunidade só.. e o que afeta a um, também afeta o outro e se podemos ajudar aos mais necessitados, é nosso dever... e não aumentar o sofrimento dos outros.
 
Jorge Almeida Santiago em 11/10/2013 18:51:41
Que triste, é difícil de acreditar que ainda hoje acontecem tais fatos. A polícia tem que investigar e punir esses agressores.
 
sil ramos em 11/10/2013 18:37:56
Sei exatamente de que caso se trata, o tal menor, dono da casa onde os meninos foram agredidos, é extremamente bagunceiro, indisciplinado, não respeita ninguém. E é completamente aceitável esse tipo de reação vindo dele. Espero que justiça seja feita, que os três delinquentes juvenis paguem pelo que fizeram, pois muita gente não aguenta mais a bagunça deles aqui na região.
 
João Paulo em 11/10/2013 18:32:24
Pois é, agora se bater nos agressores, ai será violência. O ECA, direitos humanos, e essas outras instituições que vivem no mundo da ilusão e mundo do faz de conta do ideal, acham que precisa conversar com os agressores, políticas públicas, mais investimento em educação, etc, etc, etc, e tanto bla bla bla, que depois que começou a ser usado só piorou as coisas. Os adultos de hoje já apanharam de vara, cheirava parede na escola, ficava de joelho no milho e se aprontava na escola, ficava de castigo em casa, e todos cresceram e ninguém ficou traumatizado, viraram adultos decentes, com valores, já essa juventude de hoje, super protegida, que não se pode pôr de castigo na escola que já gera indenização e revolta nos pais, estão virando marginais.
 
rafael santos em 11/10/2013 18:09:38
Esses adolescentes tomando tereré em pleno dia e horário de trabalho, é sinal de que não trabalham. Se eles tivessem uma ocupação não teriam tempo para ficar fazendo esse tipo de coisa. Como se diz por aí, mente vazia é oficina do diabo. É só deixar eles limpando terreno baldio uns 15 dias que eles vão pensar duas vezes antes de repetir suas peripécias.
 
Aldo Silva Rocha em 11/10/2013 18:06:30
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions