A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

04/05/2013 12:15

Juiz ameaçou prender governador se não internasse Maníaco da Cruz

Aline dos Santos
Dionathan foi transferido ontem para a Santa Casa. (Foto: Marcos Ermínio)Dionathan foi transferido ontem para a Santa Casa. (Foto: Marcos Ermínio)

O governador André Puccinelli (PMDB) e a secretária estadual de Saúde, Beatriz Dobashi, corriam risco de parar atrás das grades caso Dionathan Celestrino, o Maníaco da Cruz, não fosse transferido da delegacia para um hospital. A ordem judicial prevendo prisões foi dada pelo juiz da 1ª Vara Cível de Ponta Porã, Mauro Nering Kaloh.

“Foram consultados o Nosso Lar, o Hospital Universitário, o Hospital Regional. Mas todos alegaram não ter condições”, afirma o diretor-técnico da junta administrativa da Santa Casa de Campo Grande, Antônio Lastória.

O jovem de 21 anos, que ficou conhecido após assassinatos em série na cidade de Rio Brilhante, chegou às 19h15 de ontem à Santa Casa e não tem previsão de quando deixará o local. Para recepcioná-lo, foram tomadas medidas de segurança.

Ele está sozinho em uma enfermaria do 5º andar, onde, ao todo, caberia três pacientes. A janela basculante foi rebitada para impedir a abertura, somente homens farão o atendimento e todo procedimento é feito com a porta aberta, para que possa ser visualizado pelos três policiais militares responsáveis pela escolta.

Também foi colocado um biombo para isolar o local. Por medida de segurança contra incêndio, as janelas do hospital não podem ter grades.

De acordo com o diretor, Dionathan Celestrino chegou sem tomar qualquer medicação e assim permanece neste sábado. “Ele não está sedado, nem contido na cama”, reforça Lastória. O rapaz não apresenta nenhum problema físico e está sendo atendido por médicos psiquiatras. “É atendido pelo doutor Luiz Salvador, que é respeitabilíssimo”, enfatiza.

Agora, o corpo clínico vai analisar se, de fato, trata-se de um paciente psiquiátrico. Confirmado, Dionathan Celestrino será transferido para o setor de psiquiatria, localizado em anexo ao hospital. Como foi interditado judicialmente, o maníaco está sob responsabilidade do Estado, a quem cabe definir se ele poderá receber visitas.

A direção do hospital não permitiu imagens do andar em que o jovem está internado. Antônio Lastória lembra que o hospital já recebeu presos do presídio federal, que exigiram forte esquema de segurança.

“A gente sabe que é uma decisão desgastante, mais um agravante”, admite o diretor. Na Santa Casa, o clima vai de tensão à curiosidade em relação ao maníaco. Dionathan Cesletrino foi internado na Unei (Unidade Educacional de Internação) de Ponta Porã em 2008, quando ainda era menor de idade.

 

Conforme Lastória, maníaco passa por avaliação psiquiátrica.(Foto: Marcos Ermínio)Conforme Lastória, maníaco passa por avaliação psiquiátrica.(Foto: Marcos Ermínio)

Em 2011, conforme o ECA (Estatuto da Criança e do Adolescente), ele deveria ser posto em liberdade. Neste meio-tempo, veio a interdição e ordem para internação compulsória em hospital psiquiátrico. O governo não encontrou local que o recebesse e o maníaco permaneceu na Unei até março deste ano, quando fugiu.

Ele foi localizado no dia 29 de abril na cidade paraguaia de Horqueta. Extraditado, permaneceu numa delegacia de Ponta Porã até o dia primeiro de maio. Nesta data, após um incidente com disparo de arma de fogo na cela onde estava, veio para a 7ª delegacia de Campo Grande.

Três mortes- O primeiro a morrer foi o pedreiro Catalino Gardena, que era alcoólatra. O crime foi em 2 de julho de 2008. A segunda vítima foi a frentista homossexual Letícia Neves de Oliveira, encontrada morta em um túmulo de cemitério, no dia 24 de agosto.

A terceira e última vítima foi Gleice Kelly da Silva, de 13 anos, encontrada morta seminua em uma obra, no dia 3 de outubro. Dionathan foi apreendido em 9 de outubro, seis dias após o último assassinato.



o pior que e verdade neste pais quem trabalha nao tem valor onestamente a onde o bandido tem toda modomia senhor juiso sera co senhor esta preucupado com as familia das vitimas seri uma porca vergonha prender um gorvernador porcasa de um assacino ele tem que a prodecer na prisao essa e minha opiniao voceis tem preucupar mais com quem trabalha o nestamente que fica na espera do os pital sem te nem uma vaga para passar para a temder muitas veseis para estas pessoas nem tem remedio desponivel fico muito triste por um brasil deste jeito pagamos muitos inpostos e não temos muitos direitos espero que um dia muda o nosso brasil para melhora a saude puplica para o nosso brasil
 
albertoferreirera em 19/05/2013 19:57:01
Quanta falta de respeito vindo de um juiz, prender governador e secretária de saúde, que país vivemos. Como se fosse de responsabilidade do governo a loucura das pessoas. Comentário petulante desse juiz, como será o julgamento de processos dessa criatura????????
 
Lianne Dias em 05/05/2013 11:09:13
Será que a pessoa que ressalta tanto os DIREITOS HUMANOS postaria esse mesmo comentário se fosse a FILHA dela a ser encontrada morta em um cemitério de maneira brutal? Bem se como foi a LEI foi cumprida salvem-se quem puder pois há uma inversão total de valores, vagas faltando para doentes e justiça obrigando a colocar bandidos como prioridade?
 
Anna Gonçalves em 05/05/2013 10:30:30
Alguns entendidos em direito, vêm abrir o leque dos seus conhecimentos para realmente aparecerem, ou estão tão bitolados que não entendem o anseio geral. As leis estão ultrapassadas e não atendem nossas necessidades, essa pessoa é criminosa e doente, apresenta risco a sociedade. Mas também temos um estado que nos deixa a margem o que é notorio na falta de lugar para esse tipo de criminoso, ou seja há muita coisa errada. Não é o juiz ou o governador ou qualquer outra pessoa é o nosso país que possue leis que garantem uma administração péssima do sistema.
 
Paula Hernandes em 05/05/2013 10:22:34
só assim para conseguir uma vaga nessa SANTA CASA, com agilidade, segurança e privacidade.........
Lei brasileira só favorece aos criminosos, Justiça brasileira!!!!!
 
Andrea Pereira em 05/05/2013 08:28:59
mas, ele é adolescente, nao pode ser preso, tem que ser solto,cade o ministério público para fazer valer o direito das crianças e adolescentes,kkkkkkkk.esse Brasil é o melhor lugar de se viver,as piores coisas estao por vir.é só aguardar.
 
ronivaldo fernandes em 05/05/2013 06:58:02
É simples : "Fujam" ele e depois "morram" ele numa "troca" de tiros com a polícia.
Ponto final.
 
Pedro Henrique Raos em 05/05/2013 06:54:46
E quando soltam bandidos, e eles cometem outros crimes, quem manda prender o juiz?
 
joao batista em 04/05/2013 23:52:16
E o policial ali com a camiseta do black sabbath!
 
Jean Silva em 04/05/2013 23:52:09
Me divirto muito lendo os comentários postados aqui, principalmente quando se fala na área de Direito.
Ele não pode ser preso, pois, "já cumpriu" sua pena, e segundo a Constituição do Brasil, é dever do Estado, na figura do Governador Puccinelli, tomar providência a respeito do caso.
E sim, o Juiz tem "otoridade" para fazer valer a lei, nem que para isso seja necessário impor uma punição para que se faça valer a mesma.
Vai uma dica de leitura para entender como funciona esse sistema de leis e penas, assim, mesmo não concordando, entenderão o porque da "coisa" funcionar assim, leiam: Criminologia de Orlando Soares.

Agora, esquecendo o lado do Direito, anuncie que este cidadão será liberado e informe dia e hora, e faça os "homens da lei" fechar os olhos, diante da cólera coletiva, simples!
 
Marcio Brunholi em 04/05/2013 23:24:43
Prender o governador e a secretária de estado de saúde é muita petulância o juiz. A história contada nos últimos dias sobre o rapaz, nos faz saber que o governo mandou procurar clínicas em SP e MG, para internar o jovem. Agora o juiz dizer que mandaria prender o governador, eu acho "um pouquinho exagerado" com todo o respeito que sua MM pessoa merece!
 
Olices Trelha em 04/05/2013 21:28:32
concordo com vcs, este jovem deveria voltar para a cadeia
e pagar pelas vidas que tirou...
agora querer prender governador por causa de um bandido.
só nesta patria amada.
 
edilson queiroz em 04/05/2013 20:37:12
ENFIM, AS AUTORIDADES ESTÃO FAZENDO O QUE É CERTO, LEGAL, SEGUNDO OS DIREITOS HUMANOS. MANÍACO OU NÃO, TODOS MERECEM SER TRATADOS E SE POSSÍVEL FUTURAMENTE REGRESSAR PARA FAMÍLIA E A SOCIEDADE.
 
LENILDA FONSECA RANKEL em 04/05/2013 20:33:31
gostei do seu comentario JOSE FERNANDES DE MOURA....acho q é por aí mesmo....
 
MARILENE SILVA em 04/05/2013 17:09:14
Melhor mandar esse vagabundo pro capeta cuidar... nós vamos pagar a conta pra manter um inútil desse. O dinheiro poderia ser melhor aplicado, cuidando de pessoas que valem a pena.
 
serafim silva em 04/05/2013 15:50:12
É só mandá-lo para um manicômio em outro estado!
 
Gustavo Ribeiro em 04/05/2013 15:42:02
Nossa, esse juiz está se achando a ultima cereja do bolo. Porque não manda prender o ministro, secretários estaduais e municipais de saúde pelo caos que ocorre no país, onde pessoas morrem nos corredores de hospitais aguardando vagas, ou morrem por falta de medicamentos em postos de saúde?
Dia destes estava lendo um comentário onde o Fernandinho Beira-Mar escreveu sobre sua situação como preso, afirmando que na realidade quem está preso é a sociedade, pois ele está bem seguro, com alimentação, plano de saúde e pode mandar fazer o que quiser.
Vou pesquisar para ver se este Meritíssimo já condenou algum bandido de alta periculosidade ou está querendo alguns segundos de fama, como defensor de um anjo PURO que mata IMPUROS.
BRASIL, pais onde pessoas riem de mim quando digo que sou honesto!
 
José Fernandes de Moura em 04/05/2013 14:26:41
Se já estivessem aprovado a Pena de Morte para os crimes hediondos, seria uma preocupação a menos para a sociedade.
 
Elias Fernandes em 04/05/2013 14:23:54
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions