ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, QUARTA  20    CAMPO GRANDE 26º

Capital

Lançamento de obras do aquário modifica trânsito na Afonso Pena

Por Fabiano Arruda | 23/05/2011 08:41
Trânsito chegou a ficar totalmente interditado em frente ao Parque das Nações nesta segunda. (Foto: João Garrigó)
Trânsito chegou a ficar totalmente interditado em frente ao Parque das Nações nesta segunda. (Foto: João Garrigó)

Os preparativos para do lançamento do Aquário do Pantanal, marcado para as 18 horas desta segunda-feira, modificaram o trânsito na avenida Afonso Pena nas imediações do Parque das Nações Indígenas.

Por volta das 7 horas de hoje policiais militares de trânsito interditaram trecho da via no sentido Parque dos Poderes-shopping. Quem precisou trafegar naquele ponto teve que dar meia volta, retornar ao Parque ou encontrar alternativa pelo bairro Cidade Jardim.

As 8h15, os policiais liberaram uma faixa e o trânsito na via foi liberado parcialmente, o que deve predominar durante o dia. A interdição ocorre para montagem de estrutura do evento, que terá apresentação do cantor Almir Sater.

Evento - O governador André Puccinelli (PMDB), a ministra da Pesca e Aquicultura, Ideli Salvatti, e o ministro do Turismo, Pedro Novais, assinam hoje a ordem de início das obras do aquário.

O projeto, que será executado com recursos próprios do Estado, promete edificar o maior aquário de água doce do mundo, com 6,6 milhões de litros de água doce, 263 espécies e 7 mil animais.

No projeto aprovado pelo Estado consta laboratórios de pesquisas sobre a Ictiofauna Pantaneira. O espaço irá abrigar um centro de conferências, laboratórios e biblioteca para livros e teses sobre o Pantanal, instalações que foram desenhadas lado a lado com os 24 tanques de peixes, jacarés, sucuris, entre outras espécies.

O orçamento inicial da obra era de R$ 90 milhões, mas empresa vencedora, a Egelte apresentou a proposta de R$ 84.749.754,23. O governo do Estado pediu o adiantamento da obra em três meses para a população sul-mato-grossense seja prestigiada com a inauguração do aquário ainda no 36º aniversário de criação do Estado em agosto 2013.

O local deve receber até 20 mil visitantes por dia. Inicialmente projetado para impulsionar o turismo, o aquário teve seu objetivo ampliado para servir também como centro de pesquisa científica e de educação ambiental. O projeto dos 18.636 metros quadrados da construção tem assinatura do arquiteto Ruy Othake.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário