A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

16/04/2012 15:00

Mãe de menina agredida pelo pai diz que apanhava dele e quer a guarda

Nadyenka Castro

A dona de casa de 30 anos mora em Jardim, tem outros 7 filhos e ainda cuida da neta de 3 meses

Madrasta foi levada para a delegacia no fim da manhã desta segunda-feira. (Foto: Pedro Peralta)Madrasta foi levada para a delegacia no fim da manhã desta segunda-feira. (Foto: Pedro Peralta)

Há anos sem a ver a filha, a mãe da menina de nove anos agredida pelo pai na última sexta-feira no bairro Mário Covas, em Campo Grande, agora quer a guarda da criança e diz que o ex-marido era violento com ela.

“Comigo ele era violento, com ela [a filha] nunca foi”, fala a dona de casa de 30 anos, ao justificar porque o deixou cuidar da menina, “Eu confiava nele, Não é o pai? Então, eu confiava demais, não acreditava que pudesse fazer isso com ela”, diz a mulher.

Ela conta que ficou casada com o pai da filha por três anos e se separou, por causa da violência, afirma, quando a filha tinha recém aprendido a andar. “Não lembro quantos anos ela tinha. Faz muito tempo. Ela era pequenininha, tinha acabado de começar a andar”, diz.

A menina ficou com o pai e a mulher, que já tinha outros três filhos, foi embora de Campo Grande. Anos depois foi para Jardim, casou novamente, tem mais outros três filhos e ainda cuida da neta de três meses.

A dona de casa soube da agressão à filha por familiares da Capital e nesta segunda-feira viu o vídeo do ex-marido batendo na criança. “Estou no desespero até agora. Quer ver qual a mãe que não fica desesperada”, fala sobre o que está sentindo.

Ela diz que todos os familiares estão revoltados com a situação e vai pedir a guarda da filha, “Eu cuido dos meus sete filhos e de uma neta. Por que eu não vou cuidar dela? É bastante mas nós cria”, declarou a dona de casa.

Sobre a relação com a filha, ela fala que não vê a criança há muitos anos e que a última vez que conversou com ela pelo telefone foi ano passado, com ajuda de parentes. Apesar de não ter convivido com a menina, afirma que a criança vai ser bem cuidada, “Ela vai ter amor e carinho meu e das outras crianças, e do padrasto também”.

Caso não consiga a guarda da filha, a dona de casa não quer que a menina fique com parentes do pai. “Se isso acontecer, ele [o pai] vai ter contato com ela. Não tem essa de ficar com os pais dele. Se não ficar comigo, que fique com a minha família”.

A dona de casa define como desumano o que o ex-marido fez com a filha. “Isso para mim é desumano. Um pai, uma mãe, tem que educar o filho. Não precisa espancar para educar”.

O caso- Um vizinho filmou o homem agredindo a filha na última sexta-feira e entregou as imagens ao programa Balanço Geral. A Depca (Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente) foi acionada e prendeu o agressor.

Nessa segunda-feira, a madrasta da menina foi levada à delegacia para prestar depoimento. Ela também teria batido na menina. O casal tem mais dois filhos.

Contra o agressor já consta uma denúncia por maus-tratos, vias de fato e violência doméstica no dia 27 de fevereiro. Na ocasião, o homem teria agredido as duas filhas.

Os nomes dos envolvidos não constam nas matérias porque o Estatuto da Criança e do Adolescente não permite divulgação de informações que leve à identificação de menores de idade.



é um absurdo!já que ele esta solto essa criança te que ficar com a,mãe que mesmo com 7 filhos vai cuidar melhor q o pai que é um covarde!Ele tinha que ficar preso pois é capaz de fazer coisa muito pior!monstro
 
ana paula de oliveira cardoso em 18/04/2012 07:26:42
Deus e Justo e sabe o que faz.. Mas o Diabo é injusto e nunca sabe o que faz... eis aii o teu caminho Meu caro... .. Com Deus vooc concerteza naum está.. morrer tbm há de naum acontecer porque o verdadeiro inferno é akii .. e éé aki que vooc pagaraá por isso.. Justiça é só o que pedimos pra isso!!
 
Dione Flavio em 18/04/2012 01:04:06
Que sena chocante.....da vontade de entrar no video e ajudar a criança!! que montro e esse!! que Deus abençôe ao corajoso que denunciou!!
 
daniela dias em 17/04/2012 12:31:28
A mãe dessa menina tem 8 anos que nunca apareceu, agora vem dar uma de mãe arrependida, me poupe. Não deve ficar com a mãe de jeito nenhum. Acredito que a avó paterna seja uma alternativa, afinal não é deixando-a em um abrigo que vá solucionar os problemas. A família precisa ser orientada e assistida pelos órgãos competentes.
 
Nice soares em 16/04/2012 10:14:39
Bom de pegar tudo esse povo ai e da uma baita surra (Pai,mãe,madrasta).
 
Aline Aquino em 16/04/2012 08:50:15
Nada justifica o que este pior dos animais fez com essa pequenina, mas a mãe biológica não pode simplesmente aparecer agora e querer dizer que não tem culpa com o fato, pois se ela era espancada pelo bicho como teve a coragem de entregar sua filha aos (des) cuidos deste. Graças a Deus que nada mais grave foi feito até agora, mas se voltar a conviver com este ignóbil, tudo poderá ocorrer.
 
Jose Moraes em 16/04/2012 04:02:32
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions