A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

12/02/2014 11:38

Mesmo com policiamento, Vila Nhá Nhá ficou marcada por traficantes, diz Polícia

Graziela Rezende
Comandante escuta sugestões da população. Foto: Marcos ErmínioComandante escuta sugestões da população. Foto: Marcos Ermínio

Moradores da Vila Nhá Nhá, em Campo Grande, novamente tiveram a oportunidade de falar pessoalmente com o comandante geral da Polícia Militar, Coronel Carlos Alberto David dos Santos, na manhã desta quarta-feira (12). A ação ocorre dois anos e seis meses após uma mega operação e “ocupação” no bairro, que resultou na prisão de dezenas de traficantes.

“As pessoas foram as grandes responsáveis pela ação ocorrida hoje, no qual levantamos 60 pontos de distribuição de drogas. E a Vila Nhá Nhá infelizmente ficou marcada pela ação dos traficantes, por isso as pessoas possuem muito medo de falar. Elas porém precisam agora lutar para ter um lugar fixo da PM nesta região”, conta o comandante.

Desde a primeira operação no bairro, o comandante conta que os policiais não conseguiram permanecer na região porque não há um luxar fixo para eles. “Os moradores precisam continuar denunciando, por isso vim pessoalmente falar sobre o 181 e ainda discutir sobre um possível local para as instalações da polícia militar”, fala o comandante.

Além da Vila Nhá Nhá, outros sete bairros da Capital serão ocupados, com a presença de 200 policiais, sendo o Zé Pereira, Nova Lima, Santa Emília, São Conrado, Vila Jacy, Jardim Imperial e Estrela do Sul.

"Estamos contente com a presença da Polícia aqui, mas não adianta se eles ficarem só hoje, com toda essa presença por apenas um dia. Se persistir, será ótimo, diz a vendedora Vanessa dos Santos, 24 anos.

Operação 181 – Dos 29 mandados, a Polícia conseguiu cumprir 11, desses, oito de busca e apreensão e três de prisão, que resultaram em flagrante.

Também foram apreendidas duas motos, usadas no disque entrega de drogas, um balança de precisão, TV de 40 polegadas, revólver calibre 38, 30 gramas de maconha, 170 gramas de cocaína, também foram apreendidos R$ 1.480 em dinheiro. Um dos presos foi o traficante Fábio Lima da Silva, 27 anos, foi preso com droga e uma farda do Exército.

Ao todo 330 homens estão envolvidos na operação, entre oficiais, policiais do 9º e 10º, Batalhão de Choque, Bope (Batalhão de Operações Policiais Especiais) e Bptran (Batalhão de Polícia de Transito).

Policiais também fizeram abordagens na Vila Nhá Nhá. Foto: Marcos ErmínioPoliciais também fizeram abordagens na Vila Nhá Nhá. Foto: Marcos Ermínio
Moradores receberam informações sobre o 181 Narcodenúncia. Foto: Marcos ErmínioMoradores receberam informações sobre o 181 Narcodenúncia. Foto: Marcos Ermínio


Incrível como as coisas acontecem próximo às eleições, mas tenho uma observação a fazer: existe um Pelotão da PM a menos de 1 km dessa comunidade. Esse Coronel deveria deixar de ser demagogo e assumir que o que está faltando é o efetivo e meio para equipar os Pelotões. Porque que esse nobre meio de comunicação não o questiona sobre as viaturas... Meu pai mora no interior e, só para que vcs tenham uma idéia, as viaturas usadas hoje vieram do interior porque não aqui na capital não tem... Pode? Atras de uma viatura que estava em meu bairro estava escrito "PORTO XV" na outra "QUEBRACHO".
 
Maikon Dias Miranda em 12/02/2014 15:29:15
marcada ????só se for marcada pelo trafico!é só dar uma espiada na travessa trigueira e entorno dela...
 
wagner natal em 12/02/2014 12:32:57
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions