A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

05/09/2013 16:04

Morador passeia na cidade com medo de ser atingido por árvore condenada

Aliny Mary Dias
Jacarandá de 15 metros caiu na última terça-feira (3) (Foto: Marcos Ermínio)Jacarandá de 15 metros caiu na última terça-feira (3) (Foto: Marcos Ermínio)

A queda do jacarandá de 15 metros de altura, na terça-feira (3), na Praça Ary Coelho, trouxe à tona para a população a antiga preocupação de ambientalistas. Um estudo recente apontou que cerca de 20 mil árvores da Capital estão em situação de risco.

Para quem passa pelas ruas centrais da cidade, a sensação é de insegurança. “Eu fico bastante preocupado com essas árvores, na minha opinião, tem que derrubar antes que aconteça o pior”, conta o aposentado Seval Gomes Monteiro, 70 anos.

Há dois meses, o engenheiro florestal Miguel Milano, doutor e mestre em ciência florestal afirmou durante palestra na Câmara Municipal da Capital que 20 mil árvores da cidade correm risco.

A cidade tem aproximadamente 160 mil árvores, deste total 18,5% pertence à espécie oiti. “Recomenda-se que o percentual da mesma espécie não ultrapasse 10% para que pragas não se alastrem com facilidade”, orientou Milano. Além disso, 15% das árvores plantadas em vias públicas está em mau estado.

Para aposentado, árvores que apresentam risco devem ser derrubadas (Foto: Marcos Ermínio)Para aposentado, árvores que apresentam risco devem ser derrubadas (Foto: Marcos Ermínio)

A conservação e o tratamento das espécies também são considerados pela população como motivos de algumas quedas de árvores. “Se falta tratamento, as árvores vão cair mesmo. Se tem tantas mal conservadas, teria que derrubar mesmo”, conta Helena Garcia, 50 anos.

A última pesquisa do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística) divulgada há um ano apontou que a Capital é a mais arborizada do país. De acordo com a análise, o índice apontou que 96 residências em 100 são arborizadas na capital sul-mato-grossense.

Queda - O jacarandá de grande porte caiu, por volta das 16h30 de ontem (3), na Praça Ary Coelho, no Centro de Campo Grande. Houve correria e susto entre os presentes no local. Duas mulheres, incluindo-se uma gestante, ficaram feridas e foram encaminhada pelo Corpo de Bombeiros à Santa Casa.

Quando o jacarandá caiu, levou, junto, um coqueiro. Um homem de idade, que não teve o nome divulgado, saiu correndo e caiu na fuga. A árvore caiu sobre o banco, que ficou rachado ao meio.

As duas mulheres que foram atingidas pela árvore tiveram ferimentos leves. Segundo populares, uma mulher ficou em estado de choque. A árvore também entortou uma poste de luz.



Seja lá qual for o nome da árvore, tá caindo...agora, não acho q devemos ficar com tanto medo assim...às vezes, uma árvore no nosso quintal pode cair também com ventania, tempestades e etc..., não são só propriamente as das ruas ou praças...
 
Lúcia Sales em 06/09/2013 08:35:26
A arvore que cai na praça Ari Coelho, nao é Jacaranda e sim Tipuana tipu - Tipuia.
 
sergio Matos em 05/09/2013 18:33:25
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions