A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

01/07/2013 15:26

Mulher sobrevive mesmo atingida por oito tiros disparados pelo ex-marido

Nadyenka Castro

Vítima de tentativa de homicídio na última sexta-feira (28), Natália dos Santos Oinge foi atingida por oito tiros e está internada na Santa Casa de Campo Grande. O responsável pelos disparos, Fábio Souza Santos, está foragido.

Natália estava em casa, no bairro São Conrado, quando foi alvejada. A primeira informação era de que ela havia sido atingida por dois tiros.

De acordo com a delegada responsável pelo caso, Rozeli Molina, Natália e Fábio foram casados por sete anos e se separaram no ano passado. Ele não aceitava o fim do relacionamento e passou a perseguir a ex-mulher, que o denunciou à Polícia.

Um dos casos de violência doméstica foi de lesão corporal. As denúncias resultaram em dois mandados de prisão para Fábio, que vendeu a casa onde morava, não foi encontrado e na noite de sexta-feira, mais uma vez, agiu contra Natália.

Ela já havia mudado de endereço para ficar mais longe de Fábio. No entanto, ele a encontrou e com a desculpa de que levaria um presente para o filho do casal, foi até a residência dela e a alvejou com oito tiros.

Natália foi atingida nos braços, mãos, tórax e abdômen. Ela foi socorrida pelo Corpo de Bombeiros e Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e levada à Santa Casa, onde passou por cirurgia, está com dreno no tórax e consciente.



O criminoso estava com mandado de prisão pelo artigo 129, lesão corporal do Código Penal contra a mulher. A vitima sabia onde o algoz se encontrava e bastava chamar o 190 para prende-lo. A lei Maria da Penha é como o ECA é para os menores, um livro de poesia. A policia só pode prender em flagrante e por essas falhas o criminoso logo é solto, aconselhado a ficar pelo menos 300 km, digo, metros da mulher agredida, duas quadras. Um sujeito com a índole má de fora da lei não vai respeitar nenhuma. Nem a foto do elemento foi publicada para reconhecermos ele na rua, talvez a policia não tenha nem a ficha dele. Mais uma vitima que foi a DEAM para pedir providencias e pedir socorro e taí no que deu. Essa é outra lei que precisa ser reformulada para dar mais agilidade a policia.
 
samuel gomes-campo grande em 01/07/2013 22:17:07
Se ela já fez o boletim de ocorrência e o criminoso já tem dois mandados de prisão, cabe a mesma entrar com processo contra o governo do estado (que responsável pela polícia e judiciário) por danos morais (já que mesmo apos vários boletins o mesmo estava solto), danos materiais (custos com a recuperação e cuidados seu e do filho) e por prática de associação com o crime (conforme o código penal "trata de qualquer forma de auxílio para com o crime ou criminoso" e como a polícia e o judiciário tinha e tem em mãos todas as provas de violência contra a mesma e duas tentativas de homicídio, não fazendo a prisão do mesmo de forma que de caracteriza como "auxiliando o mesmo a liberdade" entrando nesta punição.
 
Alexandre de Souza em 01/07/2013 22:13:54
Parabéns aos socorristas e cirurgiões que passaram horas salvando essa vida!
 
Denise Maria em 01/07/2013 18:27:59
Vejam se conseguem alguma foto desse cara. Dai poderemos ajudar a encontrá-lo.
 
Fernando Silva em 01/07/2013 16:36:18
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions