A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 27 de Junho de 2019

22/07/2017 10:42

Na delegacia, polícia interroga suspeitos de crime contra menino

Guilherme Henri e Yarima Mecchi
Policiais escoltando suspeito na Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Foto: Yarima Mecchi)Policiais escoltando suspeito na Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente (Foto: Yarima Mecchi)

Após encerar buscas, a Polícia Civil interroga suspeitos de estarem envolvidos com o caso de Kauan Andrade Soares dos Santos, 9 anos, desaparecido desde o dia 25 de junho, em Campo Grande. A princípio a polícia apurava uma pista de que o corpo do menino poderia estar no córrego Anhanduí, na região do Aero Rancho. 

Por volta das 10h20, deste sábado (22), uma viatura da Depca (Delegacia Especializada de Proteção a Criança e ao Adolescente) chegou na sede da delegacia transportando um homem algemado, que estava vestido com uma camiseta vermelha, calça jeans e chinelo.

Questionado, um investigador confirmou que o homem tem ligação com o caso, mas não informou mais detalhes.

O Campo Grande News chegou a entrar na delegacia e viu que mais um homem acompanhado de advogados aguardava na recepção, no entanto, antes que conseguisse entrevistá-los, policiais pediram que a equipe aguardasse do lado de fora do local.

O titular da delegacia, Paulo Sérgio Lauretto ainda não se manifestou sobre os novos rumos que a investigação tomou, apenas se limitou em dizer que "irá falar em um momento oportuno".

Caso – A informação sobre o suposto corpo foi passada ao delegado por um suspeito, que estava preso na delegacia e confessou ter matado uma criança há alguns dias e atirado o cadáver em trecho do rio na avenida Thirson de Almeida, continuação da Ernesto Geisel.

Ao Campo Grande News, por telefone o delegado Paulo Sérgio Lauretto, havia dito anteriormente que "existe a possibilidade" do corpo ser do menino Kauan Andrade Soares dos Santos, 9 anos, desaparecido desde o dia 25 de junho.

Buscas – As buscas iniciaram na tarde de sexta-feira (21), no rio Anhanduí, na região do bairro Aero Rancho, em Campo Grande, foram retomadas na manhã de hoje por bombeiros, policiais civis e militares, mas encerradas cerca de quatro horas depois.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions