A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 25 de Agosto de 2019

30/04/2019 08:24

Na mesma noite, 4 são presos por venda de ecstasy e anabolizantes na Capital

Na tarde de ontem (29), um rapaz de 25 anos já havia sido preso por venda de anabolizantes no Camelódromo de Campo Grande

Kerolyn Araújo e Mirian Machado
Ontem (29), cinco pessoas foram presas por crimes envolvendo venda de anabolizantes e ecstasy em Campo Grande. (Foto: Divulgação/Polícia Militar)Ontem (29), cinco pessoas foram presas por crimes envolvendo venda de anabolizantes e ecstasy em Campo Grande. (Foto: Divulgação/Polícia Militar)

Quatro pessoas foram presas na noite de ontem (29) por venda de ecstasy e anabolizantes em Campo Grande. As prisões, realizadas pela Força Tática do 1º Batalhão da Polícia Militar, ocorreram na Vila Carvalho, Portal Caiobá e Margarida.

Conforme informações da polícia, Felipe Sales de Andrade Araújo, 21 anos, foi preso em frente a um condomínio na Rua das Américas, na região da Vila Margarida. Com ele os militares encontraram um pochete com uma porção de maconha, haxixe, além de um pacote com 16 comprimidos de ecstay.

À polícia, o traficante disse que vendia cada comprimido por R$ 60 em festas. Com a quantidade de droga encontrada com ele, o lucro seria de até R$ 960.

A segunda prisão foi de Rafael Pinheiro Simões, 31 anos, apontado pela polícia como um dos maiores fornecedores de ecstasy da cidade. Na casa do suspeito, na Vila Carvalho, os militares encontraram 13 comprimidos da droga, além de vários anabolizantes. Rafael assumiu que vendia os produtos e a negociação com os clientes eram feitas pelo celular.

Lucas Rapharred de Oliveira Abrahão, 24 anos, e a namorada Brunielly Dias Barbosa Silva, 27 anos, também foram presos com drogas e anabolizantes. O casal foi abordado em um veículo Eco Sport na região central de Campo Grande. Com a dupla, os militares encontraram 22 comprimidos de ecstay.

Os policiais seguiram até a casa de Brunielly, no Portal Caiobá. No quarto da suspeita os militares localizaram uma porção de maconha e cocaína, vários anabolizantes e R$ 3,7 mil em dinheiro. Na carteira da mulher também foram encontradas notas estrangeiras em dólar, euro e peso dominicano.

Outro caso - Na tarde de ontem, um fisiculturista de 25 anos também foi preso pela suspeita de comercializar anabolizantes no camelódromo de Campo Grande. Os militares chegaram ao box do rapaz após receberem uma denúncia anônima, informando sobre a venda dos produtos. No local foram encontradas ampolas e cartelas de anabolizantes.

Todos os presos foram encaminhados para as Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro e da Vila Piratininga.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions