A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

25/07/2016 06:23

Natural de MS, suspeito de terrorismo é preso no MT após três dias foragido

Luana Rodrigues
Leonid se entregou numa operação das polícias Militar e Federal do Mato Grosso. (Foto: G1/MT)Leonid se entregou numa operação das polícias Militar e Federal do Mato Grosso. (Foto: G1/MT)

Após ficar três dias foragido, o campo-grandense Leonid el Kadre de Melo, de 32 anos, foi preso ontem (24), na cidade de Comodoro, em Mato Grosso. Ele é o décimo segundo suposto terrorista alvo da Operação Hashtag, desencadeada na quinta-feira (21). Leonid se entregou à polícia numa operação das polícias Militar e Federal do Mato Grosso.

Conforme o Portal Estadão, o suposto terrorista foi localizado pela PM de Mato Grosso na cidade que fica a 656 Km de Cuiabá. Ele estava na rodoviária da cidade tentando comprar uma passagem. Leonid deve ser transferido ainda hoje para o presídio federal de Campo Grande, onde estão os outros 11 suspeitos.

Leonid mora em Vila Bela da Santíssima Trindade (MT). Ele já cumpriu pena de 18 anos e oito meses de prisão por homicídio e roubos qualificados. No seu perfil no Facebook, informa que é mecânico.

Plano do terror - Segundo o Portal Estadão, os supostos terroristas são acusados de planejar ações de sabotagem para executar durante a Olimpíada do Rio de Janeiro.

Por meio de medidas como quebra de sigilo telefônico e de dados, autorizadas pelo Juízo da 14ª Vara Federal de Curitiba/PR, constatou-se a tentativa de organização do grupo para promoção de atos terroristas durante os Jogos Olímpicos Rio 2016.

A operação, deflagrada pela Polícia Federal quinta-feira, investiga a integração/promoção, por indivíduos brasileiros, na organização terrorista Estado Islâmico (EI).

O contato entre os indivíduos dava-se essencialmente por meio de redes sociais, Telegram e demais modos de comunicação virtual, espaço no qual também divulgavam ideais extremistas e de perseguição religiosa, racial e de gênero.

Leonid será ouvido e posteriormente encaminhado a um presídio federal. Ainda não se sabe se ele virá para o presídio de Campo Grande, onde estão dez presos suspeitos do mesmo crime.



Quero aqui enfatizar a eficiência da Justiça e da PF, nesses epizódios. Agora esses indivíduos são "suspeitos" e se agissem derrubariam umas pontes, talvez uns alambrados, matariam alguns indivíduos, sabe sei lá. De qualquer forma parabéns a Justiça Brasileira e também à P.F., no entanto temos muitos terroristas soltos por aí, promovendo muito mais estragos para o País e sua população e continuam livres e quando presos sobra advogados querendo defende-los, gostaria de entender esse tipo de coisa.
 
Manoel Barbosa de Souza em 25/07/2016 15:34:01
Essa história de terrorista é uma verdadeira piada.
Os "terroristas" brasileiros são bem no estilo vampiro brasileiro.
Uma verdadeira esculhambação.
Não passam de ladrão de galinha e o ministro da justiça, na falta do que fazer, arma um estardalhaço.
Uma verdadeira baboseira.
 
Critico em 25/07/2016 08:32:12
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions