A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

14/01/2016 09:05

Números da dengue em MS são 800% maiores que no começo de 2015

Flávia Lima

Apesar de o primeiro boletim epidemiológico do ano, divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde), apontar somente quatro municípios com alta incidência de dengue, os números indicam um aumento de 839% maior do que o identificado no mesmo período de 2015, conforme relatório da época

De acordo com o primeiro boletim de 2016, somente na primeira semana de janeiro, entre os dias 3 e 9 de janeiro, foram notificados 1.785 casos suspeitos da doença.

Na mesma semana de janeiro do ano passado, foram identificados apenas 190 casos suspeitos. O ano de 2015 fechou com 74 municípios acusando alta incidência de dengue. Iguatemi, Sonora e Selvíria estavam no topo da lista em número de casos registrados e Campo Grande aparecia na 41ª posição.

Já nesta primeira lista, a Capital ocupa o 20º lugar, apresentando baixa incidência da doença e as cidades de Caracol, Nioaque, Bonito e Coxim são as únicas com alta incidência. 

Na Capital, a morte de uma criança de oito anos está sob investigação que, apesar de ter sido diagnosticada com dengue clássica, também apresentava cardiopatia congênita, segundo a secretaria municipal de Saúde. No entanto, a família nega o problema. 

Em 2015, foram notificados 46.070 casos de dengue e 17 mortes. Dois óbitos ainda são investigados, um em Caarapó e outro em Ponta Porã.

 

 

 

Em 6 seis dias, Estado registra 1.785 notificações de dengue; 37% na Capital
O primeiro boletim epidemiológico divulgado nesta quarta-feira pela Secretaria Estadual de Saúde, mostra que entre os dias 3 e 9 deste mês foram regi...
Saúde descarta que dengue seja causa da morte de mulher atendida em posto
A prefeitura de Campo Grande, por meio da Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), divulgou nota descartando a dengue como causa da morte de Cleonice A...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions