A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/09/2013 08:25

Obras começam e três voos são cancelados no aeroporto da Capital

Aliny Mary Dias
Primeira fase das obras da pista vai até o dia 20 de outubro (Foto: Cleber Gellio)Primeira fase das obras da pista vai até o dia 20 de outubro (Foto: Cleber Gellio)

A suspensão de voos noturnos no Aeroporto Internacional de Campo Grande começou a valer na madrugada desta segunda-feira (2) e causou o cancelamento de três voos. De acordo com a Infraero (Empresa Brasileira de Infraestrutura Aeroportuária), a primeira fase das obras que suspenderam os voos noturnos vai até o dia 20 de outubro.

Os três voos suspensos nesta madrugada chegariam no Rio de Janeiro às 5h35 e em Brasília às 06h15 e 06h20. Os voos são operados pelas empresas Gol e TAM.

De acordo com a Infraero, as empresas já estavam cientes da suspensão e são responsáveis por realocar os passageiros em novos voos. Não houve tumultos nos saguão do aeroporto, segundo a responsável pela administração do terminal.

Reforma - A reforma na pista do Aeroporto Internacional de Campo Grande custará pouco cerca de R$ 12 milhões, segundo estimativa da Infraero (Empresa Brasileira Infraestrutura Aeroportuária).

O edital publicado no Diário Oficial da União no início deste mês prevê a contratação de empresa para efetuação da obra que deve recuperar os 2.600 metros de pista, além de instalação de ranhuras e restauração do pátio de aviação geral.

A primeira deve ser executada entre o dia 1° de setembro e 20 de outubro. Neste período pousos e decolagens não serão realizados entre às 21h e 7h (horário local). Na segunda etapa, de 15 de outubro a 15 de novembro, serão realizados serviços nas pistas de manobra "C", "D" e "E".

Por fim, na terceira etapa de obras, prevista para o período entre 15 de novembro 13 de janeiro de 2014, será executada a instalação das ranhuras na pista principal, o que interditará a via entre 23h e 5h.

As melhorias serão feitas para otimizar e dar mais segurança às operações de pouso e decolagem. O cronograma foi definido após várias reuniões entre empresas aéreas, Anac (Agência Nacional de Aviação Civil e Decea (Departamento de Controle do Espaço Aéreo).



A utilização da taxiway como pista auxiliar já é prevista e homologada e já foi usada antes, visto que o recapeamento da pista principal não é inédito.
A sua utilização apenas tem certas restrições tais como:
Apenas operações diurnas, restrições aos ventos fortes cruzados e pousos de precisão.
As dimensões das aeronaves também influenciam.
A vergonha mesmo é o Terminal, pequeno e antigo sofrendo apenas pequenos "puxadinhos" durante anos.
 
Paulenir de Barros em 02/09/2013 09:52:59
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions