A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

08/09/2015 10:10

Pai de três filhos, pedreiro é preso por roubar e estuprar estudante

Luana Rodrigues e Filipe Prado
Mauro Lemes da Silva, 32 anos, acusado de estuprar uma estudante de 21 anos. (Foto: Fernando Antunes)Mauro Lemes da Silva, 32 anos, acusado de estuprar uma estudante de 21 anos. (Foto: Fernando Antunes)

Investigação da Derf (Delegacia Especializada em Roubos e Furtos) levou à prisão o servente de pedreiro Mauro Lemes da Silva, 32 anos, acusado de estuprar e roubar uma estudante de 21 anos. Ele foi preso 16 dias após o crime, que ocorreu em 19 de agosto. O bandido, que é pai de quatro crianças, sendo duas meninas, confessou que abusou da jovem, mas disse que cometeu o crime porque estava embriagado.

Conforme o delegado responsável pelo caso, Carlos Delano, a vítima contou que havia acabado de descer do ônibus, quando foi abordada por Mauro na rua Engenheiro Roberto Mange, no Bairro Taquarussu. Ele anunciou o assalto, mostrando que estava armado com um revólver, levou a moça para um local escuro e ordenou que ela entregasse os pertences.

Depois disso, o homem arrancou a blusa e as calças da jovem e passou a fazer sexo oral nela. Antes de terminar o abuso, o estuprador mandou que a moça abaixasse e a obrigou a também fazer sexo oral nele. Ao consumar o ato, a mulher percebeu que a arma do bandido se tratava de um simulacro, então a pegou das mãos dele, jogou na rua e saiu correndo.

Após o registro da ocorrência do crime, a polícia passou a investigar o caso e conseguiu localizar o celular da vítima no dia 3 de setembro. O aparelho estava com o cunhado do acusado de 38 anos, que chegou a ser preso por receptação. O homem contou que comprou o celular de Mauro e indicou onde ele morava. Mauro foi preso no mesmo dia, acabou reconhecido pela vítima e confessou o crime.

Na apresentação na manhã de hoje(08), o estuprador disse que é casado, a esposa está grávida de 8 meses, mas o casal já tem três filhos, sendo duas meninas, uma de 4 anos e outra de 13. Questionado sobre o caso de as filhas sofrerem abuso semelhante, o homem disse: "Deus me livre".

Mauro afirmou ainda que não sabe porque cometeu o estupro, e disse que estava embriagado no momento do crime. Ele está preso e vai responder por estupro e roubo.

Prefeitura e TJ prorrogam renegociação de dívidas ajuizadas até 3ª
O programa de refinanciamento de dívidas da Prefeitura de Campo Grande foi prorrogado até o dia 19 de dezembro, a próxima terça-feira, no Centro de C...
Homem tem corpo queimado em acidente doméstico e morre na Santa Casa
Após dois dias internado, José Loureiro da Cruz, 49 anos, morreu por volta das 6h30 desta sexta-feira (15) na Santa Casa em decorrência de acidente d...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions