A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

19/03/2013 12:48

PF apura desvio R$ 3 milhões no HU e apreende R$ 200 mil em 4 locais

Aline dos Santos e Luciana Brazil
Policiais apreenderam documentos no Hospital do Câncer. (Foto: Simão Nogueira)Policiais apreenderam documentos no Hospital do Câncer. (Foto: Simão Nogueira)

Contratos suspeitos, superfaturamento, corrupção, formação de quadrilha. Os crimes investigados pela operação Sangue Frio, realizada pela PF (Polícia Federal) nesta terça-feira, revelam o submundo do tratamento contra o câncer. A ação apreendeu R$ 200 mil em dinheiro e suspeita de desvio em contratos do HU (Hospital Universitário) de Campo Grande que somam R$ 3 milhões.

Conforme a PF, o dinheiro foi apreendido em quatro locais. Sendo R$ 100 mil em um único endereço. No entanto, não foram divulgados os pontos onde as apreensões foram feitas.

Ao todo, foram cumpridos 19 mandados de busca e apreensão no HU, Hospital do Câncer, empresas que possuem contratos com o hospital público, escritório de contabilidade, residências e na Neorad. A empresa pertence ao médico Adalberto Abrão Siufi, que é diretor-geral do Hospital do Câncer e ex-diretor de oncologia do HU.

No Hospital Universitário, são investigados fraudes em licitações, corrupção passiva, desvio de dinheiro público e superfaturamento em obras. A Justiça Federal determinou que quatro pessoas fossem afastadas do hospital, sendo dois servidores e dois terceirizados. Os nomes não foram informados.

No ano passado, o hospital entrou na mira do MPF (Ministério Público Federal) por recusar recursos do governo federal para a radioterapia.

 

Coletiva deu detalhes de operação. (Foto: Vanderlei Aparecido)Coletiva deu detalhes de operação. (Foto: Vanderlei Aparecido)

Fachada - Já o Hospital do Câncer é suspeito de servir como fachada para desvio de dinheiro público. A unidade oferece tanto atendimento privado quanto pelo SUS e é administrado pela Fundação Carmem Prudente. Na semana passada,o MPE (Ministério Público Federal) acionou a Justiça para pedir o afastamento dos diretores.

A unidade, que mantém contrato com a empresa cujo um dos proprietários é Siufi, cobrou por atendimento a paciente morto e remunera parentes do diretor com altos salários. Outro detalhe é que a Neorad recebia tabela SUS (Sistema Único de Saúde) mais 70%. Em quatro anos, foram R$ 12 milhões. Em 2011, o hospital recebeu R$ 15,4 milhões de recurso do SUS.

No setor de quimioterapia, onde a média diária é de cem atendimentos, a responsável pelo setor de faturamento foi questionada sobre controle dos pacientes e APACs (Autorização de Procedimentos Ambulatoriais de Alta Complexidade/Custo).

De acordo com o superintendente da PF (Polícia Federal), Edgar Paulo Marcon, o “inquérito-mãe” precisa ser concluído. “Há outras investigações, outras denúncias de fraudes. Um levantamento preliminar indica sete licitações com fraudes no HU”, afirma.

Prisões – Três pessoas foram presas. Uma delas é o médico Adalberto Siufi. Os policiais encontraram quatro armas na casa do diretor, no Jardim Autonomista. Ele foi liberado após pagar fiança de R$ 30.510. A PF convocou cinco pessoas para prestarem depoimento.

A entrevista coletiva foi concedida pelo superintendente da PF, pela delegada Cecília Silva Franco, coordenadora da operação, e pela chefe da CGU (Controladoria-Geral da União), Janaína Faria.



PF e MPF nesse povo
 
sueli Helma da silva Souza em 22/03/2013 08:48:37
Eu conheço uma pessoa que já prestou serviço no Alfredo Abraão, e uma vez à questionei sobre os pedidos de doação de dinheiro que o referido hospital nos faz por telefone de vez em quando, e sempre fico na dúvida se ajudo ou não, penso na situação dos paciente e se não faço a doação, chego ficar com a consciência pesada. Sabe o que ela me respondeu ? Não faça doação nenhuma para aquele hospital, pois eles recebem muuuuuuíta grana tanto do SUS, como de empresa privada, ela me disse também durma sossegada, e com esse dinheiro que vc iria doar para o hospital do câncer, compre coisas para sua casa. fiquei perplexa com a informação e isso só ajuda a gente ficar cada vez mais com um pé atrás com esses pedidos de doação, e assim por causa de gentalha desse naipe o mundo vai ficando desumano.
 
sueli helma da silva souza em 22/03/2013 08:45:28
tenho uma amiga q faz estágio no hospital do cançer não recebe um centavo, não teria q ser remunerada, enquanto p/ parentes os salários são altissímos,tem alguma coisa errada fica de olho nesse diretor ehhhh...
 
cristiane gonçalves em 20/03/2013 08:25:54
esse tipo de corrupção e normall em nosso pais, quanto se fala em dinheiro publico, ninquem tem respeito, pessoas de nome igual e esse medicos sem etica, voce ache que 30.510 reais e dinheiro pra esse povo por isso que nosso codigo penal tem que ser revisto pois ele roubam e nao acontece nada contra esse tipi de bandido. acho a nossa policia federal, muito eficiente mais ele colocam esse tipo de gente na cadeira e vem advogado e juiz e liberam aplicando uma fiana desse valor., isso e uma vergonha
 
SÉRGIO DA SILVA em 20/03/2013 07:57:47
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions